Após lançar um time misto no empate em 0 a 0 com o Sport, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro prepara o que tem de melhor para o duelo com o Palmeiras, na próxima quarta-feira (12), no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil.

Entretanto, para definir os onze jogadores que vão iniciar jogando no Allianz Parque, o técnico Mano Menezes depende de um posicionamento do departamento médico e do sucesso de uma operação para trazer o zagueiro Dedé, que está servindo à Seleção Brasileira, a tempo de disputar a partida.

O caso que gera mais expectativa do torcedor é o do meia Arrascaeta. O uruguaio sofreu uma lesão na coxa esquerda na partida contra o Internacional, no dia 2 de setembro, e corre contra o tempo para ficar à disposição de Mano Menezes. O jogador, inclusive, foi cortado da seleção uruguaia para o amistoso contra o México.

Uma imagem postada pelo jogador, nesse sábado, em que aparece correndo em uma esteira na Toca da Raposa II, aumentou a expectativa sobre a participação de Arrascaeta contra o Palmeiras.

Quem também segue em tratamento é Lucas Romero. O volante se recupera de um trauma no joelho direito, e terá a situação avaliada nos próximos dias para saber se vai ter condições de jogo nesta quarta-feira. Além de ser uma opção para o meio campo, o argentino é bem cotado para disputar com Edilson a vaga na lateral direita.

Dedé

Para contar com o zagueiro Dedé e o meia Lucas Paquetá, que estão servindo à Seleção, o volante Cuéllar, convocado pela Colômbia, as diretorias de Cruzeiro e Flamengo organizam uma operação para trazer os jogadores de volta ao Brasil, a tempo dos duelos de quarta-feira.

O Brasil enfrenta El Salvador, na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), em Washington. No mesmo dia, a Colômbia enfrenta a Argentina, em Nova Jersey.

As diretorias acertaram o fretamento de um avião para buscar os jogadores, e definem os últimos detalhes com a CBF para sacramentar o acordo.

O plano prevê que a aeronave buscará primeiro Cuéllar, e depois vai ao encontro de Dedé e Lucas Paquetá. Ao chegar no Rio de Janeiro, um outro avião estará à espera do zagueiro do Cruzeiro para levá-lo a São Paulo.

O meia Thiago Neves e o lateral direito Edilson, poupados contra o Sport, voltam a ficar à disposição de Mano Menezes.

Fala, Mano

Sobre a estratégia de rodar o elenco no Campeonato Brasileiro, já pensando nos confrontos pela Copa do Brasil e pela Libertadores, o técnico Mano Menezes destacou a importância do aspecto físico para esses tipos de jogos.

“Já chegamos até aqui na Libertadores e Copa do Brasil. Será que é inteligente de nossa parte jogar tudo isso fora? Não é. Tenho que administrar isso da forma que estamos fazendo para termos chances quando formos jogar. Não temos garantia de vitória, nunca se tem. Mas vamos ter condições de brigar. Vamos jogar contra um adversário que poupa um jogo sim e outro não. Se eu não administrar, como vamos enfrentar fisicamente um jogo desse? Sabemos que vai ser da maneira que vai ser”, afirmou.

Sobre a expectativa de contar Arrascaeta, Romero e Dedé, o comandante da Raposa foi sucinto. “Acredito que vai estar todo mundo dentro”.