Rogério Ceni e Mano Menezes utilizaram vários jogadores para fazer a função de segundo volante no Cruzeiro nesta temporada. Lucas Silva e Lucas Romero já deixaram o clube; Ariel Cabral e Jadson estão no elenco, mas não agradaram; até mesmo Robinho e Dodô foram utilizados na posição.
 
Na busca incessante do companheiro de Henrique no meio-campo, surge a oportunidade para o jovem Éderson, de 20 anos. Titular na derrota para o Palmeiras por 1 a 0, no Allianz Parque, o jogador deverá ser mantido no time no duelo contra o Flamengo, neste sábado, às 17h, no Mineirão. A sequência vem em um momento complicado do Cruzeiro na temporada. Mesmo assim, Ederson celebra a titularidade na equipe. 

“Muito difícil a gente receber oportunidades em momentos bons. A gente está recebendo oportunidades agora, neste momento de dificuldade, mas nos preparamos para isso, para poder jogar, para poder ajudar o clube. A oportunidade que vem a gente tenta agarrar”, destacou Éderson. 

O jovem volante está aberto ao diálogo. Sempre conversa com o técnico Rogério Ceni e com Henrique, capitão da equipe. “O Henrique me dá alguns toques. Jogador experiente, do clube, da função. Ele, como vocês sabem, quer ajudar o clube. É um dos caras que mais sente a situação. Vem passando muitos conselhos para mim. Eu, que sou mais novo, é absorver a experiencia que ele passa e tentar fechar aquele meio, tentar colocar mais qualidade a adaptar a função que o Rogério vem passando”, disse. 

Nesta temporada, Éderson disputou cinco jogos pelo time principal. 

Volante renova

Outro jovem volante está no radar do técnico Rogério Ceni. Adriano, de 19 anos, tem treinado no time principal e ficando no banco de reservas em algumas partidas. O jogador, que veio do Resende-RJ no ano passado, acertou a renovação com o Cruzeiro até 31 de dezembro de 2022.