Depois de sair com um empate que garantiu a permanência fora da zona de rebaixamento no jogo pelo Campeonato Brasileiro diante do São Paulo, no Pacaeambu, neste domingo (2), o Cruzeiro volta agora suas atenções para a partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, que acontece nesta quarta-feira (5) contra o Fluminense, no Mineirão. 

Após abrir o placar no jogo de ida, no Maracanã, no último dia 15 de maio, e acabar cedendo o empate no último minuto da partida, o time celeste precisa de uma vitória simples na quarta para seguir na competição. 

Depois da partida no Paecambu, o técnico da Raposa, Mano Menezes, voltou a fazer um apelo à torcida, para que marquem presença no jogo decisivo. "Alguns dias atrás eu até fiz uma convocação para o torcedor, nós estamos pedindo que ele vá ao estádio, para se aliar ao time, pois em um momento tão difícil, até da instituição, temos que mostrar nossa força dentro do Mineirão. Somos nós que vamos ter que resolver nossos problemas", disse o treinador. 

Antes do fim da coletiva, ele ainda garantiu que, para o jogo decisivo da Copa do Brasil, o atacante Pedro Rocha e o meia Rodriguinho estarão à disposição do time. 

O volante argentino Lucas Romero, que atuou como lateral direito na partida, com Edílson e Orejuela machucados, foi um dos melhores em campo, tanto defensivamente como em assistência ao ataque celeste.

Em entrevista depois do jogo, o jogador defendeu que o resultado diante do São Paulo não foi justo, principalmente por conta da boa atuação do time no segundo tempo, mas argumentou que, apesar disso, o empate serviu para dar um impulso aos jogadores para o duelo decisivo contra o Fluminense. "A gente sai um pouco chateado porque primeiramente fomos superiores ao São Paulo no jogo todo. Acho que merecíamos sair com os três pontos. Mas está bom, continua a luta", falou o atleta. 

Empate no Brasileirão

Mesmo tendo sofrido o gol em uma falha defensiva aos 14 minutos do primeiro tempo, o Cruzeiro jogou melhor que o São Paulo, principalmente na segunda etapa, tendo 12 chances de gol ao longo da partida. Além disso, um pênalti não marcado em chute de Lucas Romero, que resvalou na mão do zagueiro do tricolor, foi alvo de críticas de Mano, já que o lance foi revisto pelo árbitro após ele ser acionado pelo VAR, mas o juiz decidiu que não houve penalidade.  

Com o empate, o Cruzeiro chegou a 7 pontos no Brasileirão e ficou na 15ª colocação na competição. Já o São Paulo, que poderia assumir a liderança do campeonato se vencesse, ficou em 7º com 12 pontos. A próxima partida da equipe estrelada pelo campeonato será no próximo sábado (8), contra o Corinthians no Mineirão. 

Leia mais:
Mano vê empate em SP como positivo, mas questiona pênalti não marcado mesmo após revisão do VAR
Lucas Romero sobre lance de Marquinhos Gabriel: 'a gente tem que tentar procurar o melhor colocado'
Com golaço de falta de Thiago Neves, Cruzeiro busca empate contra o São Paulo e escapa do Z4