O ano era 1997. O Brasil conquistava a Copa do Mundo Sub-17 disputada no Egito com uma vitória sobre Gana por 2 a 1. Era uma seleção com jogadores promissores, como o goleiro Fábio e o astro Ronaldinho Gaúcho. 

Fábio, que naquela época atuava pelo União Bandeirante-PR, é hoje ídolo cruzeirense, sendo o jogador que mais vezes vestiu a camisa da Raposa. No currículo, títulos importantes, como o bicampeonato Brasileiro (2013 e 2014) e o bi da Copa do Brasil (2017 e 2018).

Ronaldinho Gaúcho já era pintando como craque aos 17 anos, quando jogava pelo Grêmio. Depois, encantou o mundo. Virou astro da Seleção, do PSG, do Barcelona, do Milan e do Atlético. Foi o melhor do planeta em duas oportunidades – 2004 e 2005. 

Fábio e Ronaldinho jogaram juntos poucas vezes na Seleção Brasileira. Em clubes, apenas se enfrentaram, principalmente quando R10 jogava pelo Atlético, entre 2012 e 2014.

Coincidência na base cruzeirense

O ano é 2019. Vinte e dois anos após o título mundial pela Seleção Sub-17, Fábio e Ronaldinho estão ligados a uma coincidência do destino. Isso porque os filhos dos dois ídolos treinam no Sub-14 do Cruzeiro. 

Pablo, filho de Fábio, começou a treinar como goleiro no clube em março deste ano. Em entrevista à TV Cruzeiro, no dia 26 de abril, o dono da meta cruzeirense deixou claro que não pressiona o garoto para seguir uma carreira no futebol. 


“Presente de Deus. Oportunidade que Deus está me dando. A escolha foi dele. Deixei bem a vontade para que ele possa tomar a decisão. E optou, do coração dele, de ser um atleta, dentro da posição. Então, Deus está me dando um presente, de vivenciar no Cruzeiro, na nossa casa.", destacou Fábio. 

“É uma pressão, porque é uma pessoa incrível, um bom caráter. Um baita goleiro. É trabalhar no dia a dia para melhorar e, no futuro, estar no Cruzeiro Cabuloso”, acrescentou Pablo. 

Com apenas 14 anos, João Mendes, filho de Ronaldinho, também chama atenção na Toca da Raposa 1 desde agosto do ano passado. O garoto, que atua como um meia-atacante, sabe que as comparações são inevitáveis. “Todo mundo fala, né (sobre parecer com o Ronaldinho). Não só na forma de jogar, mas também a aparência física”, disse João Mendes, em entrevista em 2018. 

Nesta sexta-feira, Ronaldinho Gaúcho foi à Toquinha acompanhar pela primeira vez um jogo do seu filho.  A partida contra o Atenas pela Copa Brasileirinho Estadual Sub-14 ficou em segundo plano diante da presença de um astro do futebol no CT.

"É ótimo ver ele feliz, independente de onde seja. Espero que ele tenha muita alegria aqui, seja muito feliz, para mim o que importa é vê-lo feliz", em entrevista coletiva na última terça-feira, no Mineirão.

O tempo irá dizer se Pablo e Ronaldinho seguirão a trajetória de sucesso dos pais. Por enquanto, os garotos curtem o momento, ainda sem tanta responsabilidade, na Toquinha. 
.

Ronaldinho e João Mendes