Apenas um gol nos últimos seis jogos. Não que a culpa pela “seca” seja somente dos centroavantes, mas é notória a dificuldade dos treinadores da Raposa na temporada em encontrar o matador. 

Em uma análise somente dos dois últimos técnicos, Abel Braga, demitido na sexta-feira (29), tentou, sem sucesso, Fred, Joel e Sassá. Adilson Batista, que estreou no comando celeste na derrota para o Vasco por 1 a 0, nessa segunda-feira (2), em São Januário, optou por Joel na etapa inicial e Fred no segundo tempo. 

Cruzeiro


No “revezamento” forçado de centroavantes, Fred voltou a ser a bola da vez. Contra o Grêmio, quinta-feira (5), em Porto Alegre, o camisa 9 deverá ser titular novamente. A tendência é que Adilson Batista escolha a experiência do atacante para tentar o que, para muitos cruzeirenses, é chamado de milagre. 

Mas a solução do treinador não faz gol há sete jogos. O último gol marcado pelo centroavante aconteceu no dia 19 de outubro, quando marcou de pênalti na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, em São Paulo, pela 27ª rodada do Brasileirão.

Se levarmos em consideração gol com bola rolando, a última vez que Fred balançou a rede adversária foi no dia 25 de agosto, no empate em 1 a 1 com o CSA, em Maceió, pela 16ª rodada. 

Apesar do jejum, Fred é o artilheiro do Cruzeiro na temporada, com 21 gols marcados em 53 jogos.