Poucos minutos depois de o presidente Gilvan de Pinho Tavares ter desmentido a negociação com o meio-campista uruguaio Federico Gino, o Cruzeiro confirmou em seu site oficial a contratação do jogador de 22 anos.

Gino assinou contrato de 18 meses, até junho de 2018, com a opção de renovação automática por mais três temporadas. O atleta reforçará o time celeste para a disputa da Primeira Liga, da Copa do Brasil e dos Campeonatos Mineiro e Brasileiro.

O jogador tinha vínculo com o Defensor Sporting-URU, onde jogou ao lado de Arrascaeta, inclusive na campanha da Libertadores 2014, quando o time uruguaio enfrentou a Raposa, na primeira fase. A última equipe defendida por ele, no entando, foi o Carpi-ITA, por empréstimo.

Além disso, ele defendeu as seleções de base do Uruguai. Em 2013, Gino atuou como titular na conquista do vice-campeonato mundial sub-20, realizado na Turquia.

Como tem três cidadanias (uruguaia, brasileira e italiana), Gino não entrará na cota de estrangeiros do Cruzeiro. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) só permite que cinco jogadores de outra nacionalidade sejam relacionados para cada confronto.

O clube estrelado já conta com quatro gringos no elenco, e ainda negocia com o volante argentino Lucas Romero, 21, do Vélez Sarsfield.

Federico Gino é a sexta contratação da Raposa para a atual temporada. Ele usará a camisa de número 40.