O Cruzeiro terá pelo menos 19 dias até a estreia no Brasileirão, contra o Corinthians, dia 10 de maio, na Arena Pantanal, em Cuiabá/MT, para tentar concretizar a contratação de um meia para o restante da temporada. A diretoria celeste está, desde o início deste ano, buscando um jogador para o lugar de Éverton Ribeiro, negociado com o futebol árabe.
 
Alguns nomes foram ventilados. O último deles o chileno Valdívia, que, após bons jogos no Palmeiras, dificilmente deixa o Palestra. O jogador tem sido decisivo nessa reta final de Campeonato Paulista.
 
Outros jogadores são especulados. O argentino Federico Mancuello, do Independiente, é um deles. Mas ele também está na mira do Flamengo. O jogador, 26 anos, é canhoto – como Éverton Ribeiro – e foi observado. Um dos empecilhos para sua vinda é a alta multa rescisória, de aproximadamente R$ 12 milhões.
 
A diretoria cruzeirense pretende definir essa situação até o início do Brasileirão. Fato é que o time precisa de um companheiro para formar dupla com Arrascaeta. Mesmo com boas atuações, o uruguaio necessita de alguém para dividir a responsabilidade das armações.
 
Ceará no DM
 
O lateral-direito Ceará está em fase de recuperação de cirurgia do menisco do joelho direito, realizada no início de abril. O Departamento médico do clube, como de costume, não informa o tempo para o retorno do jogador aos gramados. Aos 34 anos, Ceará fez uma forte pré-temporada de reforço muscular para evitar novas lesões. Ele retornou ao time na goleada sobre o Villa Nova, por 4 a 0, em março, e pouco tempo depois se machucou, o que o levou à mesa de cirurgia.
 
Reapresentação
 
Eliminado no Campeonato Mineiro no último domingo, os jogadores do Cruzeiro não terão folga. O grupo retorna nesta quarta (22) aos treinamentos na Toca da Raposa II, quando os jogadores serão reavaliados. A partir desta quinta (23), porém, as atividades serão intensificadas, por conta da proximidade do Brasileirão. O lateral-esquerdo Fabrício, que chegou recentemente à Toca e ainda carece de uma carga maior de treinamentos, deve ser um dos mais exigidos.
 
Sub-17
 
Enquanto isso, o time sub-17 do Cruzeiro tem uma missão complicada. A equipe, do técnico Diogo Giacomini precisa inverter a vantagem do América, que venceu o jogo de ida por 2 a 0. Para continuar vivo na Copa do Brasil da categoria, a Raposinha precisa vencer pelo mesmo placar para levar à disputa por pênaltis ou três gols para avançar às semifinais. A partida será nesta quarta , às 16h, na Arena do Jacaré.