O Sada/Cruzeiro não se cansa de erguer troféus. Poucos dias depois de conquistar o Mundial de Clubes, o time mineiro sagrou-se campeão da Supercopa Masculina de Vôlei ao derrotar o Funvic/Taubaté, por 3 sets a 0 (parciais 33/31, 25/14 e 25/21).

O duelo colocou frente a frente os vencedores da Superliga e da Copa do Brasil na noite desta sexta-feira, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP).

O Cruzeiro chegou com sua força máxima. Já o Taubaté, que conquistou o Campeonato Paulista na semana passada, perdeu quatro jogadores por lesão: o levantador Raphael, o ponteiro Lipe e os centrais Riad e Otávio. Mesmo assim, conseguiu equilibrar o jogo no primeiro e terceiro sets. Mas não foi o suficiente para impedir a nova conquista celeste na temporada.

“Fizemos uma preparação muito forte para o Mundial de Clubes, e fazer mais um jogo importante uma semana depois não é fácil. Sabíamos da dificuldade e temos méritos por não deixar cair o nível em momento nenhum. Respeitamos demais o time deles, entrando em quadra com todos os jogadores, e a verdade é que damos importância para todos os títulos”, afirmou o levantador William.