O rodízio de jogadores feito pelo técnico Mano Menezes nos últimos jogos deve se repetir neste domingo, diante do Internacional, no Beira Rio, na quarta rodada do Brasileirão. 

Embora conte com o retorno de jogadores importantes, como o zagueiro Dedé e o atacante Fred, que não enfrentaram o Emelec, no meio da semana, o treinador não deverá contar, novamente, com Marquinhos Gabriel. O atleta ainda se recupera de lesão na coxa direita.

Por desgaste, Robinho é outro que pode não aparecer em campo. Rafinha seria o dono da vaga. Pedro Rocha, ex-gremista que experimentaria um sabor especial ao voltar a enfrentar o maior rival do tricolor gaúcho, disputa posição de Marquinhos Gabriel com David.

Outra dúvida, surgida no último treino antes do embarque para Porto Alegre, na manhã deste sábado, na capital mineira, é Edilson, que também dá sinais de cansaço e não participou das atividades do grupo que a imprensa pode acompanhar. 

Como Orejuela, substituto natural dele, ainda trata um estiramento na coxa esquerda, Mano pode ser obrigado a improvisar na ala direita. No caso, o meia Jadson seria a aposta. Já Egídio deve descansar para o retorno de Dodô, na lateral esquerda. 

Na armação, a escolha entre Thiago Neves, favorito para o confronto deste domingo, e Rodriguinho só será conhecida no Beira Rio. Certos mesmo no time são Fábio, no gol, Léo, ao lado de Dedé na zaga, e Henrique e Romero, como volantes.

A despeito da escalação, técnico e jogadores estão confiantes em uma boa apresentação em Porto Alegre, com possibilidade de conquista da terceira vitória no Brasileirão.  

"O Internacional, a meu ver, é uma das equipes que têm produzido bem em termos de futebol, e sabemos que será um jogo duríssimo em Porto Alegre. Mas temos condições de ir lá e fazer uma grande exibição, conquistar os três pontos", diz Mano.

"Nosso grupo tem a meta de somar muitos pontos até a Copa América, onde teremos um período de descanso para voltarmos fortes. Queremos retormar como começamos o ano, com o time mais descansado. Nossa equipe é experiente, inteligente e sabemos de jogos que não fomos tão bem. A gente está treinando para melhorar cada dia mais", completa Dedé.