O técnico Mano Menezes é reconhecido por armar equipes com sistemas defensivos bem montados, que sofrem poucos gols. Mas, neste início de Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tem fugido do estilo do treinador. A Raposa já foi vazada sete vezes nos quatro primeiros jogos da competição.

Este é o terceiro pior começo da defesa cruzeirense na “era dos pontos corridos”, formato disputado desde 2003. O desempenho só não é pior que em 2016, quando a equipe sofreu oito gols nas quatro primeiras rodadas; e que em 2007, quando o time foi vazado dez vezes no mesmo período.

No Brasileirão deste ano, o Cruzeiro sofreu seis gols jogando fora de casa – derrotas por 3 a 1 para o Flamengo e para o Internacional -, e um na vitória sobre o Goiás por 2 a 1, no Mineirão.

Após o revés para o Colorado, no último domingo (12), no Beira-Rio, o técnico Mano Menezes ficou incomodado com as falhas do sistema defensivo. “Cometemos erros num setor em que não cometemos tantos erros, que é na parte defensiva. Sofremos três gols de rebote defensivo. Certamente, você sofrer três gols de rebote defensivo aponta para uma falta de posicionamento melhor”, lamentou Mano.

O zagueiro Dedé, um dos pilares da defesa cruzeirense, esteve em campo nos quatro jogos da equipe no Brasileirão. Para o defensor, o momento ruim é passageiro. 

"Não é normal nosso time sofrer tantos gols. Nosso time sabe trabalhar em conjunto, mesmo quando está sofrendo dificuldades. A gente vai corrigir esta situação, mas eu acho que é uma fase, uma tesmpestade que está passando aqui na Toca que nos vamos fazer de tudo pra ela já passar", destacou Dedé. 

Era Mano

Esta é a terceira vez que Mano Menezes comanda o Cruzeiro nas rodadas iniciais do Campeonato Brasileiro. Em 2017, a defesa sofreu três gols nos quatro primeiros jogos; enquanto no ano passado o time foi vazado apenas duas vezes neste período.

Mesmo com o desempenho ruim no início do Brasileirão deste ano, a defesa da Raposa na “era Mano Menezes” tem um retrospecto positivo. Em 219 jogos com o treinador à frente do Clube, foram 186 gols sofridos – média de 0,84 gols por partida.

Desempenho da defesa do Cruzeiro nas quatro primeiras rodadas na 'era dos pontos corridos':

Ano

19

18

17

16

15

14

13

12

11

10

09

08

07

06

05

04

03

GC

7

2

3

8

5

6

4

2

5

5

5

1

10

3

6

6

7

 

 

*GC (gols contra)