Eram 1125 minutos sem fazer gol. O pior jejum da carreira do atacante Fred. Mas contra o Peixe, no Mineirão, o camisa 9 teve, enfim, um dia de redenção depois de 16 jogos. 

O gol contra o Santos estava engasgado e saiu em um chute cruzado, com "raiva", de dentro da área. A comemoração foi com o gesto “sai, zica”, junto com a torcida, que nos últimos jogos chegou a vaiar o jogador. 

Fred, que voltava de suspensão, começou a partida no banco de reservas. Mas, com a expulsão de Gustavo Henrique logo aos 4 minutos, o estreante Rogério Ceni viu a necessidade de colocar um centroavante para brigar com os defensores santistas. Desta forma, atacante foi acionado e entrou aos 24 minutos no lugar de Egídio.  

Fred fez gol e deu assistência para o segundo gol marcado por Thiago Neves.