Mais uma vez o goleiro Fábio foi o grande destaque do Cruzeiro em uma partida do Brasileirão. Derrotado pelo Grêmio na noite dessa quarta-feira (1º), o time estrelado contou com mais uma noite inspirada de seu capitão para evitar que o revés viesse com um placar mais elástico. Agora, o camisa 1 quer a presença em peso da torcida para o desafio deste sábado (4) às 21 horas contra o Atlético-PR no Mineirão.
 
O resultado ruim para o tricolor gaúcho, o terceiro seguido no Brasileirão, deixa o time perigosamente próximo à zona de rebaixamento. A Raposa tem apenas 10 pontos conquistados, apenas 1 a mais que o Goiás, primeira equipe fora da zona da degola. Ainda assim, a luta do time em campo foi destacada pelo capitão, que foi fundamental para que o resultado terminasse apenas em 1 a 0. Foram ao menos seis defesas, sendo ao menos quatro a queima roupa.
 
Apesar do maior volume de jogo gremista, o capitão ressaltou a melhora do time, que a partir dos 20 minutos do primeiro tempo conseguiu equilibrar um pouco a partida, mesmo com menos posse de bola e sendo menos efetivo na chegada à meta de Marcelo Grohe.
 
"A equipe cruzeirense lutou bastante, tivemos chances, acho que temos que jogar desta forma, de igual para igual com o Grêmio aqui em Porto Alegre. Jogo difícil, muita pressão. Nós igualamos na pegada e na força e perdemos algumas oportunidades, se tivesse mais tranquilidade com certeza teríamos sido mais feliz. O caminho é esse, a equipe está de parabéns mesmo saindo derrotada, a atitude foi outra, totalmente diferente", declarou.
 
Agora o time estrelado terá pela frente uma das equipes mais regulares do campeonato, o Atlético-PR, que ocupa temporariamente a quarta colocação e que bateu o São Paulo na quarta por 2 a 1. O jogo acontece às 21 horas de sábado e Fábio sabe que precisará de todo o apoio da torcida para que a equipe possa dar a volta por cima e reencontrar o caminho das vitórias. em caso de novo resultado negativo, o time pode fechar o fim-de-semana na "zona da confusão", como gosta de dizer o treinador Vanderlei Luxemburgo.
 
"Estamos trabalhando bastante, acho que as oportunidades apareceram e infelizmente não conseguimos fazer. Corremos bastante, mas é isso que é o futebol, uma hora a bola começa a entrar. No Mineirão, diante dessa torcida e jogando bem nós poderemos conseguir duas vitórias. Espero que a nossa torcida compareça no Mineirão e que o torcedor incentive cada vez mais porque nós conhecemos a força que ela tem", concluiu.
 
Após a derrota, o time permanece em Porto Alegre até o início da tarde desta quinta-feira, quando embarca para Belo Horizonte, chegando no início da noite. Os jogadores serão liberados no desembarque e realizam apenas um treino na tarde de sexta-feira antes de encarar o Furacão. Já o Grêmio terá pela frente o Santos na Vila Belmiro, no domingo às 16 horas.