O clássico entre América e Cruzeiro, no domingo (17), no Independência, vale para os dois clubes a luta pela liderança do Campeonato Mineiro, atualmente ocupada pelo Coelho. Para um atleta, porém, será um reencontro em especial. O meia Rodriguinho volta a atuar no Horto, em um clássico, contra o clube que o projetou para o futebol nacional.

O respeito pelo América, clube que deixou em 2013, ainda é grande para o meia. "Tenho maior respeito pelo América. E o clássico ainda vai ser no Independência, um lugar onde fui muito feliz. Um carinho enorme que tenho por todos lá", comentou o atleta.

Contudo, com novas cores no peito, novas responsabilidades aparecem. E por, isso, mesmo numa casa onde se acostumou a ser bem acolhido pela torcida americana, Rodriguinho, agora como rival, quer mostrar serviço aos cruzeirenses.

"Agora eu visto a camisa do Cruzeiro e tenho maior respeito por este clube também. Quero colocar meu nome na história do Cruzeiro, como todos os outros jogadores que já têm e continuam trabalhando muito para que façam mais história. Então vou dar o meu máximo sempre", comentou.

Mineirão

A estreia em Belo Horizonte foi neste domingo (10), quando a Raposa bateu o Tupynambás, por 3 a 0, pela sexta rodada do Estadual. Autor de um gol e dono de uma assistência, o meia comemorou a boa atuação.

"Fiquei muito feliz de ter esse primeiro contato com a torcida, de poder ter feito um bom jogo de poder ter feito o gol, dado passe, ajudado a equipe", celebrou.

Para ele, o Cruzeiro, mesmo mexido, tem estado nem nas suas performances porque manteve uma base sólida desde 2018. "A gente fica até supreso né, por conseguir estar fluindo bem o jogo. Eu tenho uma teoria pra isso. O time não mudou tanto assim. Só algumas pessos chegaram, peças pontuais. O grupo é muito bom, deixa a gente muito a vontade. Por isso que estão fluindo as coisas dentro de campo", afirmou.

Leia mais:

Após 'não' em 2018, VAR no Brasileirão 2019 será pauta de votação em reunião na CBF

Mano Menezes sobre nova contusão de Thiago Neves: 'é uma repetição que chama a atenção de todos nós'

Cruzeiro vence fácil o Tupynambás e desafia o América pela liderança domingo