Nem mesmo o bom número de torcedores do Cruzeiro que foi em bom número (34.668) ao Mineirão conseguiu impedir a derrota do líder Cruzeiro, em pleno Mineirão, na noite desta quarta-feira (8). Sem contar com os dois jogadores responsáveis pela armação Ricardo Goulart, machucado, e Everton Ribeiro que esta na China com a Seleção Brasileira, o Cruzeiro não conseguiu furar a forte defesa do Corinthians, e acabou surpreendido por 1 a 0, em pleno “Gigante da Pampulha”.

Cruzeiro x Corinthians

Torcida compareceu em bom número no Mineirão, mas não conseguiu impedir a derrota do Cruzeiro

O primeiro tempo parecia que o time cinco estrelas superaria a falta de seus principais jogadores. Com passes rápidos e envolventes, o time chegava com certa facilidade até a entrada da área corintiana, mas parava na defesa bem postada. Enquanto isso, o Corinthians tentava, nas poucas chances que tinha, encaixar o contra-ataque.

No segundo tempo a história mudou. Apesar de nenhum dos dois times dominar o comando da partida, o Corinthians oferecia mais perigo nos contra-ataques. E foi em um deles que o time paulista encontrou o gol da vitória. Após vacilo de Henrique no meio-campo, Petros roubou a bola e tocou para Luciano que teve tranquilidade para marcar o gol corintiano.

Na próxima rodada o Cruzeiro volta a campo no próximo domingo (12), quando enfrenta o Flamengo, às 16h, no Maracanã. Enquanto o Corinthians viaja até a Arena Amazônia para enfrentar o Botafogo, sábado (11), às 18h30.

O jogo
Jogando em casa, o Cruzeiro se impos desde o apito inicial e chegou pela primeira vez logo aos dois minutos. Após cruzamento de Marquinhos, pela direita, Marcelo Moreno ganhou no alto mas a bola passou sobre o gol de Cássio. Em contrapartida, o Corinthians se fechava na defesa e buscava sair rápido nos contra-ataques.

O Cruzeiro voltou a assustar com Willian, aos sete minutos. Depois do cruzamento, a bola sobra para o atacante do Cruzeiro na entrada da área. Ele chuta de primeira e a bola passa à direita do gol corintiano.

A resposta do Corinthians veio só aos 15 minutos. Em rápido contra-ataque Malcom driblou Egídio que cometeu a falta na entrada da área. Na cobrança, Fábio Santos tentou encobrir a barreira, mas acabou encobrindo também o gol de Fábio.

QUASE – Quatro minutos mais tarde o Cruzeiro chegou com perigo de novo. Após lançamento, Willian dominou com dificuldade, mas conseguiu ajeitar para Marcelo Moreno que finalizou de trivela da entrada da área obrigando Cássio fazer ótima defesa.

Aos 25, nova chance do Cruzeiro. Marlone fez boa jogada pela esquerda e rolou para o chute de Marquinhos, que apesar de pegar bem na bola, mandou por cima do gol corintiano.

QUASE – Dessa vez foi o Corinthians que por muito pouco não abriu o placar no Mineirão. Em ótima cobrança de falta, Renato Augusto encobre a barreira cruzeirense e a bola trisca no travessão de Fábio antes de sair pela linha de fundo.

Aos 40, nova chance desperdiçada pelo Corinthians. Depois da cobrança do escanteio, Felipe subiu mais que todo mundo, mas sua cabeçada saiu torta à esquerda do gol de Fábio.

Segundo tempo
Ao contrário do primeiro tempo, a etapa final começou com os dois times alternando a posse de bola, sem ninguém conseguir furar a defesa adversária. Tanto que o primeiro lance de perigo só aconteceu aos dez minutos, com Renato Augusto. Ele arriscou um chute colocado de fora da área mas Fábio estava bem colocado para fazer uma defesa tranquila.

GOL – Henrique tenta tocar de calcanhar no meio-campo e acaba entregando a bola nos pés de Petros. O volante corintiano arma o contra-ataque e encontra Luciano livre na área do Cruzeiro. Com muita calma, o atacante que entrou na segunda etapa coloca no canto direito de Fábio que nada pode fazer.

QUASE – Em busca do empate, o Cruzeiro vai com tudo ao ataque e quase marca aos 33 minutos. Marcelo Moreno recebe na área e bate forte cruzado. Atento, Cássio salta e consegue desviar para impedir o gol do Cruzeiro.

Desorganizado o Cruzeiro tentava chegar por meio de levantamentos na área corintiana, mas sempre encontrava o gigante Cássio. Apenas aos 48 minutos o Cruzeiro assustou. Após cruzamento, Dagoberto subiu sozinho mas sua cabeçada saiu fraquinha à esquerda do gol corintiano.

Ficha técnica
Cruzeiro 0 x 1 Corinthians

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Arbitragem: Fabrício Neves Correa (RS), auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e José Antônio Chaves Franco Filho (RS)
Gol: Luciano aos 27 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Lucas Silva, Anderson Martins e Cássio
Público: 34.668 presentes
Renda: R$ 1.509.747,00.

Cruzeiro: Fábio, Mayke, Manoel, Léo, Egídio (Ceará); Henrique, Lucas Silva, Marlone (Dagoberto); Marquinhos , Willian (Alisson) e Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira

Corinthians: Cássio; Fágner, Felipe, Anderson Martins, Fábio Santos; Bruno Henrique (Danilo), Guilherme Andrade (Ferrugem), Petros, Renato Augusto; Malcom, Ángel Romero (Luciano)
Técnico: Mano Menezes