Ele chegou carregado nos ombros pela torcida celeste e prometendo resgatar o bom futebol de sua primeira passagem pelo Cruzeiro, nas temporadas 2007 e 2008. Agora, embalado e em grande fase, o atacante boliviano Marcelo Moreno está escrevendo seu nome na história do clube e já traçou uma nova meta: tornar-se o maior artilheiro estrangeiro do time estrelado.
 
No sábado, o centroavante ultrapassou o argentino Montillo, que havia alcançado o posto de segundo maior artilheiro estrangeiro do clube entre 2010 e 2012. Ao anotar dois gols na vitória de 4 a 2 sobre a Chapecoense, o boliviano alcançou 37 gols em 68 jogos e agora aparece atrás apenas do espanhol Fernando Carazo, com 44 gols em 113 jogos (1927-1942).
 
“Feliz por me tornar o segundo maior artilheiro estrangeiro do Cruzeiro. Agora, vou em busca de me tornar o maior! Se Deus quiser”, postou Marcelo Moreno no Twitter.
 
Hora de poupar
 
Com a classificação encaminhada às quartas de final da Copa do Brasil, o Cruzeiro embarca nesta segunda-feira (1º) para Maceió, onde enfrenta o Santa Rita-AL, na quarta-feira. Sem Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart, convocados para os amistosos do Brasil contra Colômbia e Equador, além de Lucas Silva e Allison, que estão com a Seleção Sub-21 para os confrontos contra o Catar, Palestina e Líbano, Marcelo Oliveira deverá mandar a campo uma equipe reserva. O técnico pode perder ainda o atacante Dagoberto, que sentiu um desgaste físico.