O técnico Marcelo Oliveira não se surpreendeu com a postura defensiva do Furacão jogando dentro do Mineirão. Para o treinador celeste, as equipes que ocupam posições no meio da tabela tendem a atuar de forma cautelosa contra os celestes. Diante destas dificuldades, Oliveira elogiou a paciência e consistência do Cruzeiro até conseguir abrir o placar.

“Todo mundo que vem jogar contra o Cruzeiro aqui vem muito fechado, especialmente estas equipes que estão na intermediaria da classificação. Foi isso que aconteceu, pouco espaço, muitos jogadores atrás da linha da bola, e achei que o Cruzeiro teve paciência, consistência e rodou bem a bola até fazer o primeiro gol”, analisou.

Para Marcelo Oliveira o gol cruzeirense obrigou os paranaenses a arriscar um pouco mais ofensivamente, mas de maneira geral, o treinador da Raposa entende que os mineiros poderiam ter obtido ainda mais facilidade se não tivessem errado demais nos contra-ataques.

“Com o segundo gol eles saíram um pouco mais, fizeram modificações estruturais na parte tática e fizeram alguns contra-ataques, mas o Fábio pouco trabalhou. Na verdade nós que erramos o contra-ataque para matar de vez o jogo para que eu pudesse administrar alguma situação de jogadores para o jogo de domingo”, declarou.