O Mineirão rescindiu o contrato do proprietário do camarote de onde partiu o arremesso de uma garrafa após o clássico do último domingo (10), entre Cruzeiro e Atlético, no Mineirão. O permissionário também foi multado por uso irregular e conduta inadequada de convidados.

A administração do estádio destacou que toma todas as medidas cabíveis e contribui diretamente com as investigações.

mineirao

A Polícia Civil investiga o caso e trabalha com as imagens de circuito interno do Mineirão para identificar o autor do arremesso do objeto. De acordo com o Tenete-Coronel Juliano Trant, da Polícia Militar, a confusão aconteceu depois que uma garrafa foi jogada de um dos camarotes em direção à torcida do Atlético. 

"Todas as análises que fizemos até agora é que o lançamento da garrafa é o início de toda a confusão. Até então, estavam acirrados os ânimos, o que é normal. Mas, a partir da garrafa é que são lançados objetos, os gradis são lançados".