Goleiros com conquistas importantes, nomes marcados definitivamente na história do Cruzeiro. A Toca da Raposa II "ficou pequena" nesta sexta-feira (12) com as presenças de Fábio, Gomes e Raul Plassmann, três dos mais vencedores camisas 1 de todos os Cruzeiros. Diante do Vasco Fábio chegará a 634 jogos com a camisa azul (na conta do clube), passando o volante Zé Carlos, que entre as décadas de 60 e 70 fez 633 jogos pela Raposa.
 
Em um abraço, praticamente todas as principais conquistas do rol de títulos estrelados com a Taça Brasil de 1966 e a Libertadores de 1976 (Raul), a Tríplice Coroa de 2003 (Gomes) e o bicampeonato Brasileiro 2013/2014 (Fábio).
 
Na Inglaterra desde 2008 quando foi contratado pelo Tottenham, Gomes revelou à reportagem do Hoje em Dia que, aos 34 anos, acaba de renovar seu contrato com o modesto Watford, da segunda divisão local. Ele esteve no CT para rever os amigos e conversar com o técnico Vanderlei Luxemburgo, que o dirigiu entre 2002 e 2004. Sobre o encontro de ídolos, foi bastante direto.
 
"Encontro emocionante. Goleiros que fizeram historia no Cruzeiro. É muito gratificante participar desse encontro", disse.
 
Ciente da importante marca que Fábio baterá neste sábado, Gomes fez questão de ressaltar a importância do capitão para o clube cinco estrelas. 
 
"Fábio representa muito para o Cruzeiro. Está aqui há anos. Um grande goleiro, é merecido demais essa marca. Ele merece muito tudo isso. Não é qualquer um que consegue isso", afirmou. 
 
"Um dia queria voltar para o Cruzeiro, mas no momento é complicado porque tem o Fábio ai. Não que seja demérito ser reserva dele, mas ainda estou novo, com 34 anos e é difícil assumir a vaga", brincou com muito bom humor sobre a possibilidade de voltar a atuar pelo time que o projetou para o futebol mundial.
 
Pelo Cruzeiro, Gomes atuou entre 2001 e 2004, conquistando os títulos Mineiro (2003 e 2004), Sul-Minas (2001), Copa do Brasil (2003), Brasileiro (2003) e do Supercampeonato Mineiro (2002). Ele deixou a Toca da Raposa para se transferir para o PSV, da Holanda, e está na Europa desde então. Passou rapidamente pela Alemanha e está estabelecido na Inglaterra desde 2008, passando por Tottenham e Watford, seu atual clube.