Já faz tempo. A última vitória do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro aconteceu no dia 5 de maio. Dedé e Rodriguinho marcaram os gols do triunfo da Raposa por 2 a 1 sobre o Goiás, no Mineirão, em jogo válido pela terceira rodada. Centro e três dias se passaram e muitos fatos, a maioria negativos, aconteceram no clube.   

Primeira derrota na Libertadores

O Cruzeiro tinha 100% de aproveitamento na competição sul-americana até enfrentar o Emelec, do Equador, três dias depois da vitória sobre o Goiás pelo Brasileiro. Mas a Raposa conheceu a primeira e única derrota na Libertadores contra os equatorianos. Mano Menezes fez alguns testes na equipe naquele jogo, como Jadson atuando pela meia direita. Não deu certo, e o Emelec venceu por 2 a 1. 

Rafinha deixa o Cruzeiro

O time celeste perdeu uma espécie de 12º jogador no dia 14 de maio. O meia-atacante Rafinha, atualmente no Coritiba, tinha contrato com o Cruzeiro até o fim do ano, mas as partes entraram em acordo para uma rescisão amigável. 

Matéria do Fantástico 

O dia 26 de maio é marcante para o Cruzeiro fora das quatro linhas.  Em reportagem exibida pelo programa Fantástico, da TV Globo, o clube foi apontado como responsável por quebrar regras da Fifa (entidade que comanda o futebol mundial), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Governo Federal.

Segundo a reportagem da Globo, a Polícia Civil de Minas Gerais investiga denúncia sobre falsificação de documento particular, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. 

A derrota para a Chapecoense por 2 a 1, no Independência, virou o menor dos problemas naquele dia. 

Movimento por transparência

As suspeitas de irregularidades nas contas do Cruzeiro e na gestão de direitos econômicos de atletas levantadas em reportagem do Fantástico (TV Globo) provocaram mais uma reação interna no clube. Um grupo de 111 integrantes do Conselho Deliberativo assinou a criação do movimento PRÓ CRUZEIRO TRANSPARENTE, que defende acesso às informações e o esclarecimento das denúncias.

Patrocinador cobra o Cruzeiro na Justiça

O Supermercados BH, um dos patrocinadores do Cruzeiro, acionou o clube na justiça pela falta de repasses nas vendas do lateral Mayke para o Palmeiras, em novembro de 2018, e Arrascaeta ao Flamengo, em janeiro deste ano. 

Saída de mais jogadores

Romero

Murilo, Lucas Silva, Romero e Raniel foram outros atletas que deixaram o Cruzeiro após a última vitória no Campeonato Brasileiro. 

Saída de Emerson Ávila

No dia 1º de julho, o Cruzeiro demitiu Emerson Ávila, que trabalhava como coordenador técnico das categorias de base.

Novo diretor de comunicação

Velho conhecido do torcedor do Cruzeiro, Valdir Barbosa retornou ao clube para ser diretor de comunicação, no dia 3 de julho.

Lesão de Rodriguinho

No dia 9 de julho, o clube celeste informou que o meia Rodriguinho passaria por um procedimento cirúrgico na região lombar e que ficaria de fora dos gramados por tempo indeterminado.

Afastamento de Itair Machado

No dia 10 de julho, o desembargador Octávio de Almeida Neves, da 12ª Câmara Cível de Belo Horizonte, deferiu o pedido de tutela de evidência recursal, interposto por um grupo de conselheiros do Cruzeiro, e determinou o afastamento imediato, por 60 dias, de Itair Machado do cargo de vice-presidente de futebol da Raposa.

Vitória sobre o Atlético

A vitória por 3 a 0 sobre o rival no dia 11 de julho, no Mineirão, pelas quartas de final da Copa do Brasil, dava sinal de um novo momento no Cruzeiro. Apesar da derrota por 2 a 0, no segundo jogo, no Independência, a Raposa avançou na competição. O triunfo contra o time alvinegro virou o único nos últimos 19 jogos da Raposa. 

Adeus, Libertadores

River Plate

Depois de dois empates em 0 a 0 contra o River Plate e derrota nos pênaltis, no Mineirão, o Cruzeiro deu adeus ao sonho do tri da Libertadores no dia 30 de julho.

Mudança no marketing

Leandro Freitas, que atuava como o responsável pelo departamento de marketing celeste, foi desligado do quadro de funcionários. 

Derrota no clássico

O Cruzeiro foi derrotado pelo Atlético por 2 a 0, no dia 4 de agosto, no Independência, e se afundou na crise e nas últimas colocações do Campeonato Brasileiro. 

Fim da Era Mano

Mano Menezes

Após a derrota para o Internacional por 1 a 0, no Mineirão, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, o técnico Mano Menezes entrou em acordo com a diretoria celeste e foi desligado do clube. 

Jejum de Fred

Fred vive com a camisa azul o maior jejum de gols de toda sua carreira. O atacante não balança as redes há mais de mil minutos em 2019. Para ser mais exato, o jogador não sabe o que é comemorar um gol há 1105 minutos. 

Zona de rebaixamento 

Com apenas 11 pontos, o Cruzeiro ocupa a 17ª colocação do Brasileirão. A sequência de 11 jogos sem vencer neste campeonato é a maior do time celeste na história da principal competição do país, juntamente com outra série negativa na edição de 2011.

Rogério Ceni anunciado

rogério

No dia 11 de agosto, o Cruzeiro anunciou Rogério Ceni como novo treinador da equipe. O ex técnico do Fortaleza desembarcou em Belo Horizonte na última terça-feira (13) e tem o primeiro teste neste domingo (18), contra o líder Santos, no Mineirão.