O Cruzeiro inicia nesta quarta-feira (27), às 19h30, contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hulse, a sua caminhada em 2016. E os jogadores não escondem a ansiedade em voltar a disputar uma partida novamente após um período intenso de pré-temporada. Neste meio tempo, o clube azul teve um jogos-treino contra o Villa Nova, na Toca da Raposa II, e a disputa de um amistoso frente ao Rio Branco, no Espírito Santo.

O zagueiro Bruno Rodrigo exaltou o período de preparação, mas assumiu que não vê a hora da rotina de jogos voltar. Para ele, o Cruzeiro encontrará um jogo muito complicado contra o Criciúma. “Começo de ano foi muito bom, pré-temporada muito boa, trabalhos físicos, técnicos, foram bons. Dá para estrear em um bom nível. Claro que treinamento é diferente de jogo, mas será um bom parâmetro para a gente o jogo de amanhã. Time difícil de ser batido (Criciúma), em 2013 eu estava no jogo, teremos de colocar muita vontade em campo, será um jogo disputado. Independente da competição a gente tem de entrar forte, buscar a vitória”, disse o zagueiro.

Bruno Rodrigo enalteceu ainda a manutenção do elenco que terminou o Brasileirão do ano passado. Para ele, isso pode ser o diferencial do Cruzeiro em 2016. “O treinador está começando agora, aos poucos vamos conhecendo mais o perfil dele. Ele gosta de estar com a bola, fala que se o time estiver com a bola não vai tomar gol. Ele gosta de um time compactado. O Deivid tem trabalhado toque de bola, aproximação da equipe, uma equipe compacta na parte ofensiva e defensiva. Se a gente levar isso para dentro de campo vamos ter sucesso. Facilita bastante manter uma boa base, isso é importante, os jogadores já se conhecem, sabe a característica de cada um, como joga”, finalizou.