Relógio é inimigo de Marcelo Moreno por uma vaga de titular

Rodrigo Rodrigues - Hoje em Dia
10/01/2014 às 07:20.
Atualizado em 20/11/2021 às 15:15
 (Cruzeiro/Divulgação)

(Cruzeiro/Divulgação)

O atacante Marcelo Moreno era aguardado em Belo Horizonte, na quinta-feira (9) à tarde, para se apresentar ao Cruzeiro. O voo atrasou por duas vezes, e a chegada ao Aeroporto de Confins ocorreria somente no fim da noite. Superado o desencontro, é bom o boliviano se apressar em campo e correr contra o tempo. Afinal, a concorrência para garantir um lugar entre os 11 titulares com a camisa estrelada não será tranquila.

Moreno deve se apresentar hoje à comissão técnica, quando passará por exames. A apresentação está marcada para a próxima semana, juntamente com a do lateral-esquerdo Miguel Samudio e do volante Rodrigo Souza.

O reforço será o oitavo nome para brigar por uma vaga no setor, que terminou a temporada tendo Borges e Dagoberto como titulares, e Willian como primeira opção no banco. Vinícius Araújo, Luan e Lucca buscam espaço. O argentino Martinuccio, que voltou a treinar fisicamente ontem, após quatro meses se recuperando de lesão muscular na coxa esquerda, corre por fora. Além disso, os meias Júlio Baptista e Ricardo Goulart foram escalados mais avançados em algumas partidas do Campeonato Brasileiro.

Apesar do grande número de opções à disposição do técnico Marcelo Oliveira, Moreno tem a seu favor o perfil que a cúpula estrelada deseja para a disputa da Copa Libertadores.

“É um jogador com característica diferente, que nós não temos: vibração, força, bola aérea forte, que podem ser úteis na Libertadores. Além disso, tem identificação com a torcida”, descreve Alexandre Mattos, diretor de futebol do Cruzeiro.

 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por