O 2020 promete ser complicado para o Cruzeiro. A tendência é de um time modesto, com contratações de pouco impacto e jogadores formados nas categorias de base. Inclusive, os chamados medalhões, como Thiago Neves, Edilson e Fred, podem ser negociados.

O clube também precisa definir a situação dos jogadores que voltam de empréstimo, casos dos zagueiros Digão e Manoel, dos laterais Marcelo Hermes, Patrick Brey e Victor Luiz e dos atacantes Judivan e Renato Kayzer.

emprestados
 Mailson Santana/Fluminense, Reprodução TV Corinthians, Divulgação Goiás, Coritiba, Chapecoense e Paraná 


 
Digão
O contrato do zagueiro com o Cruzeiro termina em junho. O jogador, que estava emprestado ao Fluminense, não deve ser aproveitado pelo time celeste.

Manoel
Emprestado ao Corinthians, o zagueiro também não deve jogar em 2020 no Cruzeiro. Por causa do alto salário, o defensor pode continuar na equipe paulista ou se emprestado para outro clube. Manoel tem contrato com a Raposa até o fim da próxima temporada. 

Marcelo Hermes
O lateral-esquerdo, que jogou no Goiás em 2019, tem situação indefinida. Em um primeiro momento, não há interesse do Cruzeiro em contar com o jogador no ano que vem. Marcelo Hermes tem vínculo até 2021.

Victor Luiz
O prata da casa atuou no Helsinque, da Finlândia, em 2019. O Cruzeiro também não definiu a situação do lateral esquerdo que tem contrato com a Raposa até o fim da próxima temporada.

Patrick Brey
O vínculo do lateral-esquerdo/meio-campista com o Coritiba termina neste mês. Com contrato com Cruzeiro até o fim de 2020, Patrick Brey pode voltar a fazer parte do elenco celeste.

Judivan
O atacante Judivan ainda tenta recuperar o bom futebol. Depois de se recuperar de grave lesão no joelho em 2017, o atacante foi emprestado ao América, CSA, Tombense e Paraná. O futuro do jogador que tem contrato com o Cruzeiro até o fim de 2020 também está indefinido. 

Renato Kayzer
Entre todos emprestados, o meia-atacante é o que tem maior possibilidade de ser aproveitado no Cruzeiro em 2020. O jogador, que disputo o Campeonato Brasileiro sem destaque com a camisa da Chapecoense, tem vínculo com a Raposa até dezembro de 2022.