A vida do treinador celeste não está nada fácil. Além de ter que lidar com a má fase da equipe, que voltou a ser derrotada na noite dessa quarta-feira (19) na estreia na Copa do Brasil em São Paulo, Luxemburgo terá que tratar de uma fratura na mão esquerda. A evolução do quadro é o que determinará a estratégia adotada pelo departamento médico estrelado.
 
O comandante celeste foi atingido duramente pelo meia-atacante Dudu, do Palmeiras, na beirada do gramado durante o primeiro tempo do embate entre os Palestras pela Copa do Brasil. Dudu dividiu a bola com Charles, se desequilibrou e acabou se chocando contra o treinador estrelado. Ele foi atendido pelo médico do Cruzeiro, Walace Espada. Ele imobilizou o local até o término da partida e conduziu o treinador celeste ao Hospital Samaritano, em São Paulo.
 
“Luxemburgo sofreu uma queda ao solo com trauma na mão esquerda. Fiz uma imobilização provisória na hora e assim que a partida terminou o conduzi ao Hospital Samaritano, em São Paulo. Foi realizado um Raio X e constatada fratura desviada do colo do quinto metacarpo. Foi obtido um bom alinhamento da fratura após termos realizado a manobra de redução da mesma (manobra para alinhar a fratura) e em seguida colocada uma tala de gesso. Caso a fratura permaneça alinhada será optado pela manutenção do tratamento conservador (não cirúrgico). Em contrapartida, se a fratura se mostrar instável será optado pelo tratamento cirúrgico. A evolução nos próximos dias é que dirá qual será a melhor forma de condução do caso”, explicou.
 
Vanderlei Luxemburgo está com a delegação celeste em Atibaia, tradicional local de inter e pré-temporada no interior paulista, onde o grupo ficará até o sábado, véspera do jogo contra o Corinthians pelo Brasileirão. As duas equipes se enfrentam às 16 horas de domingo no Itaquerão.