Cuba desistiu de participar do Pré-Olímpico Feminino de Polo Aquático, que vai ser realizado na segunda quinzena de março, na Holanda, e distribui as últimas vagas para os Jogos do Rio. A razão da desistência é a falta de jogadoras, uma vez que cinco delas desertaram durante um camping de treinamentos no México. Também o técnico da equipe desertou.

Apesar da abertura econômica recente e do avanço no diálogo com os Estados Unidos, muitos cubanos seguem aproveitando a oportunidade de estar fora do país para desertar. Deixam a delegação e pedem asilo em outros países, negando-se a voltar a Cuba.

De acordo com a Agência Cubana de Notícias (ACN), Cuba já informou à Federação Internacional de Natação (Fina) da desistência e não será punida. A equipe ficou em quarto nos Jogos Pan-Americanos, perdendo a decisão do bronze para o Brasil. As chances de classificação no Pré-Olímpico, entretanto, eram mínimas.