Com um dos elencos mais valiosos do futebol brasileiro, o Atlético ainda não conseguiu uma sequência de bons jogos sob o comando do técnico Cuca.

Neste domingo, o Galo teve muitas dificuldades para vencer o vice-lanterna Boa Esporte, por 2 a 1, de virada, neste domingo (18), no Mineirão, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro.

A equipe alvinegra já teve problemas na vitória sobre o Pouso Alegre, há duas rodadas, e, principalmente, na derrota para o Cruzeiro, na semana passada, em que teve fraca atuação.

O sinal de alerta está ligado na Cidade do Galo especialmente pela proximidade da estreia na Copa Libertadores, marcada para esta quarta (21), às 19h, diante do Deportivo La Guaira, da Venezuela, no estádio Olímpico, em Caracas.

Entretanto, apesar de ter suado para vencer uma das equipes mais fracas do Mineiro, agora matematicamente rebaixada, o treinador alvinegro avaliou como positivo o desempenho do time no Gigante da Pampulha.

"Eu, que presenciei o jogo, saio satisfeito com o desempenho do time. É lógico que você quer fazer mais gols. Nisso a gente não sai satisfeito, porque criamos muitas oportunidades. Parabéns ao goleiro adversário, que fez uma grande partida. Nós fomos ganhar lá no final. E se tivesse empatado eu ia falar a mesma coisa", disse o técnico, em entrevista coletiva, após a partida.

Cuca ainda elencou dados da partida para corroborar o entendimento de que a equipe teve boa atuação diante do Boa.

"Ganhou de 2 a 1 hoje, mas o Galo ganhar de 2 a 1 não é bom, porque nós temos uma pressão enorme em cima do investimento, em cima de tudo. Mas a gente precisa considerar a vitória de 2 a 1 e o contexto do jogo. Eu não sou muito de pegar número, você nunca vai me ver defender número. Mas hoje, se você tem 70% de posse de bola, com 20 escanteios e mais de 20 finalizações, como você pode achar que você jogou mal porque você ganhou de 2 a 1 no final do jogo?".

Cobranças

O treinador atleticano admitiu a exigência por resultados e por um bom futebol do Galo, mas pediu paciência na análise do trabalho.

"Eu sei que temos uma cobrança enorme em cima do investimento que foi feito. A gente tem uma cobrança enorme por estar jogando contra um time que estava praticamente rebaixado. Mas o futebol não é assim, que você tem maior investimento, o maior nome, vai entrar e ganhar ao natural. A vitória vai acontecer, mas vai ter que ter trabalho".

Depois do duelo com o La Guaira, o Atlético, classificado à semifinal do Mineiro como melhor time da fase de classificação, encerra a participação primeira etapa do Estadual diante do Athletic, no próximo domingo (25), às 16h, no Independência.

Leia mais

Com pênalti salvador no fim, Atlético vira sobre o Boa, garante 1ª posição e rebaixa o adversário

Volante Allan recebe o terceiro cartão amarelo e desfalca o Atlético no confronto com o Athletic

Arana lamenta chances perdidas, vê mudança positiva de comportamento no Galo e mira Libertadores