O Atlético deu um importante passo rumo às semifinais da Copa Libertadores. A vitória por 1 a 0 sobre o River Plate, da Argentina, nessa quarta-feira (11), no Monumental de Núñez, deixou o Galo a um empate da próxima fase da competição.

Após um primeiro tempo em que o adversário foi melhor e exigiu boas defesas do goleiro Everson, o Alvinegro se impôs na segunda etapa, balançou as redes com Nacho Fernández, e conseguiu ser superior aos donos da casa na maior parte do tempo.

Após o triunfo na capital argentina, o técnico Cuca destacou a melhora do Atlético nos 45 minutos finais, afirmando que o time poderia ter conquistado uma vitória ainda maior.

“Os primeiros 20 minutos nós fomos bem e nos perdemos nos últimos 25 da primeira etapa, em que recuamos muito e o River tomou conta da partida, deu uma bola na trave, o Everson fez defesas e eles poderiam ter saído na frente. No intervalo, nós corrigimos esse posicionamento adiantando as linhas para que a gente pudesse marcar mais firme, ter mais opções de ataque e o time foi muito bem. Fizemos um gol, poderíamos ter feito mais”, disse o comandante. 

Ainda sobre a melhora do Alvinegro na segunda etapa, o treinador revelou o tom da conversa no vestiário.

“Falamos de posicionamento, sobre o nosso posicionamento, que a gente observou o que tinha que melhorar. Conversamos com o jogador como sempre fazemos e fizemos, mesmo sem troca de jogadores, um posicionamento diferenciado. Com três, quatro minutos, já tivemos três chances e o time desabrochou e fizemos uma grande partida”.

Nacho

O treinador do Atlético também lamentou a expulsão de Nacho Fernández, mas mostrou confiança na classificação, mesmo sem seu principal armador.  

"Perdemos um jogador muito importante, um cérebro, que pensa o jogo. Não só pelo que gol que fez, mas por toda a importância que ele tem para a equipe. Mas fizemos grandes partidas no Brasil sem o Nacho. Ele teve um tempo lesionado e com Covid-19. E teremos que fazer outra grande partida mesmo sem ele, para podermos passar à frente", completou. 

O segundo duelo com a equipe argentina está marcado para a próxima quarta, às 21h30, no Mineirão. 

Antes, o Galo volta o foco para o Campeonato Brasileiro. Líder da competição, com 34 pontos, o Atlético volta a campo neste sábado, para encarar o Palmeiras - segundo colocado, com dois pontos a menos -, às 19h, no Gigante da Pampulha, pela 16ª rodada da competição.

Leia mais

Destaque do jogo, Everson comemora vantagem sobre o River e lamenta expulsão de Nacho

Galo monumental: com gol de Nacho, Atlético vence o River e abre vantagem nas quartas da Liberta