Cuca reencontra a Caldense, único time do interior que já o venceu em jogos pelo Campeonato Mineiro

Alexandre Simões
@oalexsimoes
30/03/2021 às 19:42.
Atualizado em 05/12/2021 às 04:33
 (Bruno Cantini/Atlético)

(Bruno Cantini/Atlético)

O técnico Cuca volta nesta quinta-feira ao Estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas, palco da sua única derrota para um clube do interior dirigindo uma equipe da capital no Campeonato Mineiro. Nas campanhas de 2011, 2012 e 2013, comandando Cruzeiro, no primeiro ano, e Atlético, nos dois seguintes, ele levantou a taça nas três oportunidades, o que lhe permite brigar pelo tetra na edição de 2021. Em 33 partidas contra equipes de fora de Belo Horizonte, foram 29 vitórias, três empates e apenas um insucesso, justamente diante da Caldense, em 14 de abril de 2013.Bruno Cantini/AtléticoEm 2013, Cuca fez grande trabalho no Atlético, ganhando Campeonato Mineiro e Copa Libertadores. Nesta temporada, ele sofreu sua única derrota para um time do interior, diante da Caldense, em Poços de Caldas

Considerando sua reestreia no comando alvinegro, com os 3 a 0 sobre o Coimbra, de Contagem, no último dia 19 de março, no Mineirão, Cuca completa diante da Veterana 35 jogos contra clubes do interior no Estadual. E esta conta ganha mais uma vitória, chegando a 30, o que representa um percentual de 88%. O aproveitamento é de 91,2%.

História

Naquela tarde de 14 de abril de 2013, o Atlético encarou a Caldense com uma equipe totalmente reserva, pois três dias depois encerraria sua participação no Grupo 3 da Copa Libertadores encarando o São Paulo, no Morumbi, defendendo os 100% que tinha até então na competição.

A partida, válida pela décima das 11 rodadas da fase classificatória do Módulo I do Campeonato Mineiro, tinha o Galo já garantido nas semifinais, e o time da casa sonhando com a classificação.Luciano Santos/Jornal da Mantiqueira

O meia-atacante Guilherme marcou, cobrando pênalti que ele mesmo sofreu, o gol da derrota do Atlético para a Caldense em 2013, no Ronaldo Junqueira

Além de jogar com os reservas, o Atlético teve o lateral-direito Carlos César expulso aos 31 minutos do primeiro tempo, mas abriu o placar aos 45, com Guilherme cobrando pênalti que ele mesmo sofreu.

Na etapa final, a Veterana, empurrada pela torcida, que lotou o Ronaldo Junqueira, chegou à virada com gols de Nena e Chimba. Com o resultado, o Atlético perdeu uma invencibilidade de 55 partidas contra equipes do interior no Campeonato Mineiro.

Números

Nesta quinta-feira, o Galo de Cuca vai a Poços de Caldas defendendo seus 100% de aproveitamento no Estadual, após a disputa de cinco rodadas, e para garantir presença nas semifinais, pois vencendo o Atlético estará virtualmente classificado.

Além disso, os três pontos não deixam de ter um sabor de vingança para Cuca, pois se for derrotada, a Caldense, que é quarta colocada, perde sua vaga no G-4 do Estadual por causa do confronto entre Cruzeiro e Tombense.

A FICHA DO JOGO

CALDENSE 2
Glaysson; Rodrigo Paulista, Plínio, Paulão e Cris; Edmílson (Semião), Maxsuel, Rossini e Éverton Maradona (Alexandre); Djavan (Chimba) e Nena. Técnico: Tarcísio Pugliesi

ATLÉTICO 1
Giovanni; Carlos César, Gilberto Silva, Rafael Marques e Júnior César; Josué, Serginho Borges (Michel), Rosinei (Morais) e Guilherme; Alecsandro e Araújo (Leleu). Técnico: Cuca

DATA: 14 de abril de 2013
ESTÁDIO: Ronaldo Junqueira
CIDADE: Poços de Caldas
MOTIVO: 10ª rodada da fase classificatória do ´Campeonato Mineiro
GOLS: Guilherme, aos 45 minutos do primeiro tempo; Nena, aos 19, e Chimba, aos 35 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: renato Cardoso Conceição, auxiliado por Marconi Helbert Vieira e Pedro Araújo Dias Cotta
CARTÃO VERMELHO: Carlos César (Atlético)
CARTÃO AMARELO: Plínio, Cris, Maxsuel, Rossini Nena (Caldense); Josué e Rosinei (Atlético)
PÚBLICO: 5.588
RENDA: R$ 124.765,00

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por