A estreia de Daniel Alves pelo São Paulo não poderia ser melhor: Morumbi com mais de 47 mil pagantes e gol da vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, neste domingo, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral-direito espanhol Juanfran também fez seu primeiro jogo pela equipe tricolor.

Com a vitória, o São Paulo diminuiu para cinco pontos a diferença para o líder Santos. Quinto colocado, o time ainda tem um jogo a menos, que será disputado nesta quarta-feira, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada.

Camisa 10, Daniel Alves atuou no meio de campo. Finalizou com perigo logo no primeiro lance do jogo e marcou aos 39 minutos do primeiro tempo, após passe de Juanfran e ajeitada de Raniel. Depois, ele assustou em cobrança de falta e também deu um belo chapéu em Fabinho.

Daniel Alves não jogava desde o dia 7 de julho, quando a seleção brasileira venceu o Peru e conquistou a Copa América. E ele permaneceu em campo os 90 minutos contra o Ceará. Juanfran não atuava desde o dia 18 de julho, pelo Atlético de Madrid, e também não foi substituído. Os reforços trabalharam por 11 dias no CT da Barra Funda antes da estreia.

O técnico Cuca surpreendeu na formação do São Paulo ao sacar Luan e colocar Liziero como titular. Tchê Tchê atuou recuado, como primeiro volante, enquanto Liezero e Daniel Alves tinham liberdade para criar pelo meio. A equipe formava um 4-1-4-1, com Everton e Antony abertos pelos lados e Raniel centralizado. Alexandre Pato, que sofreu uma pancada na coxa, foi desfalque.

O Ceará, por sua vez, até levou perigo, mas parou na boa atuação de Tiago Volpi. O goleiro fez ao menos três defesas difíceis e salvou o São Paulo. Não à toa, teve o nome bastante cantado pelos torcedores após espalmar chute no ângulo de Samuel Xavier.

A equipe alvinegra ainda reclamou de possível pênalti cometido por Tiago Volpi em Felippe Cardoso. O goleiro chegou a tocar o centroavante dentro da área, mas o juiz interpretou a disputa como lance normal.

A vitória fez o São Paulo igualar uma marca que não acontecia havia um ano: quatro triunfos consecutivos. Além disso, a equipe aumentou a invencibilidade para oito partidas. Já o Ceará, que vinha de duas vitórias, estacionou nos 20 pontos e caiu para a 11ª colocação.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 x 0 CEARÁ

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Liziero (Luan), Tchê Tchê e Daniel Alves; Antony (Vitor Bueno), Everton (Helinho) e Raniel. Técnico: Cuca.

CEARÁ: Diogo Silva, Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio (Tiago Alves) e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Thiago Galhardo e Lima (Wescley); Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves) e Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira.

GOL - Daniel Alves, aos 39 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Lima, Samuel Xavier (Ceará); Everton, Bruno Alves, Luan (São Paulo)

ÁRBITRO - Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

PÚBLICO - 47.705 pagantes.

RENDA - R$ 3.353.610,00.

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo.