A paralisação do calendário do futebol brasileiro em função da pandemia de coronavírus tem afetado diretamente a rotina dos clubes.

O Atlético, assim como a maioria das equipes, suspendeu as atividades da equipe principal, e das categorias de base.

Nesse período, a diretoria do Galo está se mobilizando para reforçar o time comandado pelo técnico Jorge Sampaoli, que chegou ao Alvinegro há 20 dias.

Com o diretor de futebol Alexandre Matos à frente das negociações, o Alvinegro tenta atender aos desejos do treinador argentino.

Enquanto aguarda o desfecho das tratativas, Sampaoli deve ganhar três opções "caseiras" para compor o elenco.

O primeiro deles, já confirmado, é o atacante Clayton, reintegrado ao elenco há onze dias.

Aos 24 anos, o jogador vinha treinando em separado do restante do grupo e, após três empréstimos, vai ganhar uma nova oportunidade de mostra que valeu o investimento de cerca de R$9 milhões feito pelo Atlético para comprá-lo do Figueirense em 2016.

Mesmo incorporado ao plantel, Clayton não foi relacionado para o duelo com o Villa Nova, em Nova Lima, vencido pelo Alvinegro por 3 a 1, no último sábado (14).

Bruno Silva

Quem também deve estar presente no retorno das atividades é o atacante Bruno Silva.

Contratado no ano passado junto a Chapecoense sob grande expectativa, o jogador de 19 anos é considerado pela cúpula alvinegra como uma promessa que pode render vários frutos ao clube, tanto dentro de campo, quanto em uma possível transferência no futuro.

Bruno se recupera de uma lesão muscular na coxa direita sofrida na vitória por 5 a 0 do Atlético sobre o Tupynambás, no dia 26 de janeiro, no Independência, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O atacante, inclusive, marcou um dos gols da vitória do Galo na ocasião.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o chefe do departamento médico do Alvinegro, doutor Rodrigo Lasmar afirmou que o jogador está em fase final de recuperação da lesão, e de que a tendência é de que esteja totalmente liberado para os treinamentos quando o time se reapresentar.

Gustavo Blanco

Outro que também segue em tratamento intenso para voltar a atuar é o volante Gustavo Blanco.

Depois de passar por duas lesões no joelho esquerdo, Blanco está entregue à preparação física, e também pode estar à disposição de Sampaoli na volta das atividades.

Contratado em 2017, o volante de 25 anos caiu nas graças do torcedor atleticano no ano seguinte, quando teve atuações de destaque no Campeonato Brasileiro.

Entretanto, as duas cirurgias no joelho interromperam a promissora trajetória do jogador no Galo.

Mesmo diante da incerteza sobre o desempenho de Blanco após as duas graves lesões, o atleticano espera com grande expectativa o retorno de um dos seu xodós.