Vice-líder, invicto e com os dois artilheiros deste Campeonato Mineiro (Ademir e Rodolfo, cada um deles com três). Esta é a campanha do América, que premiou seus torcedores com um triunfo, de virada, sobre o Villa Nova, na noite desta quarta-feira (12), no Castor Cifuentes, em jogo adiado da segunda rodada do Estadual – a partida havia sido remarcada em função de fortes chuvas.

O Leão do Bonfim abriu o placar aos 34 minutos, com Vitor Júnior, por meio de uma penalidade sofrida por Victor Luiz. Mas o Coelho conseguiu a virada na segunda etapa. O empate veio com Rodolfo, logo aos 3 minutos, de pênalti. E, aos 28 minutos, Ademir recebeu de Rodolfo e fez o gol que garantiu a terceira vitória do time da capital na competição.

América

Com 11 pontos, fruto de três triunfos e dois empates em cinco duelos disputados, o América só não é líder, porque o Atlético supera o Coelho no saldo de gols (sete contra cinco). Em terceiro lugar aparece o Cruzeiro, com dez pontos, assim como a Caldense, quarta colocada. A Raposa tem um jogo a menos.

O alviverde da capital volta a campo na próxima segunda-feira (17), às 20h30, diante do Coimbra, no Independência, em que o mando de campo será do time de Contagem. Já o Villa Nova, em situação desesperadora, na vice-lanterna, com apenas um ponto, encara o Boa no domingo (16), às 10h, em Varginha.

América

VILLA NOVA 1 X 2 AMÉRICA
Motivo
: jogo adiado da 2ª rodada do Campeonato Mineiro 
Local: Castor Cifuentes, em Nova Lima
Arbitragem: Ronei Cândido Alves, auxiliado por Frederico Soares Vilarinho e Marcyano da Silva Vicente
Cartões Amarelos: Victor Luiz, Ruan Teles, Rodolfo Mol e Vitor Júnior (Villa Nova) 
Gols: Vitor Júnior aos 34 minutos do primeiro tempo para o Villa Nova; Rodolfo aos 3 minutos e Ademir aos 28 minutos do segundo tempo para o América

VILLA NOVA
Ricardo Vilar; Alan Silva, Wellington Reis, Rodolfo Mol e Victor Luiz (Pinguim); Augusto Recife, Renato Bruno (Leandro Brasília), Iury e Vitor Júnior; Ruan Teles e Leandro Cearense (Paulo Henrique)
Técnico: Mancuso

AMÉRICA
Airton; Diego Ferreira, Lucas Kal, Eduardo Bauermann e Sávio; Juninho, Zé Ricardo e Alê; Ademir (Flávio), Rodolfo e Felipe Augusto (Léo Passos)
Técnico: Lisca