Objeto do desejo dos clubes brasileiros, a Copa Libertadores terá o campeão da edição de 2020 conhecido neste sábado (30), numa decisão mais do que totalmente brasileira, 100% paulista, pois Palmeiras e Santos brigam pela principal taça de clubes da América. Apesar disso, há uma certa participação mineira na final, pois jogadores e treinador com passagens marcantes por Minas Gerais estarão em ação no Rio de Janeiro.

O principal personagem dessa história é sem dúvida o técnico Cuca, campeão da Libertadores com o Atlético em 2013. Ele tenta entrar na lista dos treinadores brasileiros bicampeões do torneio, que conta com Lula (Santos, 1962 e 1963); Telê Santana (São Paulo, 1992 e 1993); Luiz Felipe Scolari (Grêmio, 1995, e Palmeiras, 1999) e Paulo Autuori (Cruzeiro 1997, e São Paulo, 2005).

Marinho Santos Marcos Rocha Palmeiras

Marinho, com passagem apagada pelo Cruzeiro, é o destaque do Santos; Marcos Rocha, campeão da Libertadores com a camisa do Atlético em 2013, busca o bicampeonato com o Palmeiras

Pelo lado palmeirense estará outro personagem da façanha atleticana de 2013, o lateral-direito Marcos Rocha, titular do time de Cuca e que neste sábado estará do lado contrário, com a camisa palmeirense.

O reserva de Marcos Rocha é outro mineiro, Mayke, revelado nas categorias de base do Cruzeiro. Na Toca II, ele foi bicampeão brasileiro em 2013 e 2014, num time que contava ainda com o atacante Willian, que pode ser titular no Maracanã, caso Raphael Veiga não jogue.

Destaque

Principal jogador desta decisão, o meia-atacante Marinho, do Santos, teve uma passagem sem brilho, mas também sem muitas chances no Cruzeiro.

Depois que saiu da Toca da Raposa II ele só não se destacou no Grêmio. Hoje é o principal jogador do futebol brasileiro e peça fundamental para que o Peixe, apesar de todas as dificuldades, chegasse à decisão da Copa Libertadores.

Sem dúvida, o torcedor mineiro começará a noite deste sábado com uma certa inveja de palmeirenses ou santistas, e vendo algum ex-jogador ou treinador do seu clube fazendo festa no gramado do Maracanã.

A FICHA DO JOGO

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Danilo, Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Willian); Rony e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira

SANTOS
John; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Lucas Braga; Marinho, Kaio Jorge e Soteldo. Técnico: Cuca

DATA: 30 de janeiro de 2021
HORÁRIO: 17h
ESTÁDIO: Maracanã
CIDADE: Rio de Janeiro
MOTIVO: Decisão da Copa Libertadores 2020
ARBITRAGEM: Patricio Loustau, auxiliado por Ezequiel Brailovxky e Diego Bonfa, todos da Argentina
VAR: Mauro Vigliano (Argentina)
TRANSMISSÃO: SBT, Fox Sports e TV Conmebol