O Deportivo Lara-VEN não tem previsão para chegar ao Brasil e a partida com o Cruzeiro, marcada para esta quarta-feira, às 19h15, no Mineirão, ainda não tem garantias de que acontecerá conforme calendário definido pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

Segundo apurou o Hoje em Dia, a aeronave que trará os venezuelanos ao Brasil está em solo no aeroporto de Valencia, ainda na Venezuela, sem autorização para decolar com destino ao Brasil.

A logística inicial previa que a delegação venezuelana voaria em direção ao Norte do Brasil nesta terça-feira, 14h, e a previsão de chegada em território brasileiro, mais precisamente em Manaus, para reabastecimento, era no horário de 16h30.

Da capital amazonense o voo partiria com destino a Belo Horizonte, tendo chegada prevista para 21h. O que não aconteceu.

A companhia aérea contratada para fazer o voo fretado de Valencia ao Brasil é a Turpial Airlines, que não tem autorização da Agência Nacional de Aviação Civil para operar no Brasil.

“Esperamos a permissão do Brasil para decolar. Não haverá uma nova logística. Essa autorização (de voo) foi solicitada faz dias. É que aqui ficamos quatro dias sem eletricidade”, explicou ao Hoje em Dia, Ramon Medina, chefe de imprensa do Deportivo Lara.

Quem autoriza uma empresa a operar voo no espaço aéreo brasileiro é a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O HD entrou em contato com a assessoria do órgão, que não conseguiu localizar solicitação da empresa Turpial Airlines para pousar no Brasil.

“Em consulta aos nossos sistemas, não foi localizado pedido de voo da empresa Turpial Arlines. Estendendo a busca, não há nenhum registro de pedido de voos partindo da cidade de Valencia, na Venezuela, para o Brasil”, informou a Anac em e-mail à reportagem.

O Hoje em Dia entrou em contato com o assessor de imprensa da Conmebol, que teve acesso ao questionamento sobre a chance de adiamento do jogo, mas não respondeu às perguntas.