Duas semanas depois de ser dispensado pelo Flamengo, que fechou a sua equipe profissional de ginástica artística, Caio Souza, 20 anos, deu a volta por cima. O brasileiro, que está apenas em seu segundo ano competindo entre os adultos, conquistou a medalha de bronze na Copa do Mundo de Cottbus (Alemanha) no salto.

O ginasta brasileiro somou 14.512 pontos após suas duas apresentações e só ficou atrás do norte-americano Jake Dalton, com 15.187 pontos, e do medalhista de prata Mikhail Kudashov, da Rússia, que fez 14.825 pontos.

Caio Souza não foi o único brasileiro na final do salto em Cottbus. Arthur Nory Mariano, do Pinheiros, outra revelação (ele tem 19 anos) ficou com o sétimo lutar neste domingo (24), somando 14.275 pontos.

Eles já haviam disputado a final do solo, no sábado. Na ocasião, Caio ficou com o quinto lugar, com 14.525 pontos, enquanto Nory foi o sétimo melhor, com 13.875. O ouro ficou com o alemão Matthias Fahrig (15.275), a prata com o grego Eleftherios Kosmidis (15.125), e o bronze com o ginasta de Israel, Alexander Shatilov (15.075).