“Bola em jogo, alegria do povo”. A frase criada por Alberto Rodrigues, narrador esportivo da Itatiaia, e imortalizada nas ondas do rádio, ganha sentido novo em grande parte do território nacional com a pandemia do novo Coronavírus. Em Minas Gerais, América, Atlético e Cruzeiro tomaram atitudes drásticas devido ao crítico momento que assusta os quatro cantos do planeta e, sem data para retornar aos jogos oficiais, vivem rotina atípica.

Com medo da proliferação do vírus, os grandes da capital suspenderam as atividades das categorias de base e, para proteger os atletas das respectivas equipes principais, o número de pessoas com acesso aos centros de treinamentos também foi reduzido. Profissionais de imprensa, que diariamente cobrem o dia a dia dos clubes, entraram neste “balaio”.

“O clube tem passado as melhores informações possíveis. É um clube que preza muito pelo ser humano, pela família. Então, o Atlético tem passado todos os cuidados que devemos tomar aqui dentro e também fora, na nossa casa. Infelizmente, é uma situação que foge do nosso controle e do controle do clube”, comenta o zagueiro atleticano Gabriel. 

“Temos certeza que estamos em boas mãos em termos de instruções e que, seguindo essas instruções, o risco é bem menor. Pedimos a Deus para que passe logo isso e volte tudo á normalidade”, acrescenta.

Plano de emergência

Para seguir produzindo materiais e abastecendo a grande mídia e, consequentemente, os torcedores, Coelho, Galo e Raposa usam a própria equipe de comunicação para fazer entrevistas e imagens das atividades. No Atlético, a assessoria abriu espaço para que jornalistas mandem perguntas e a promessa é de que grande parte delas será feita aos personagens do dia. Nesta terça-feira (17), por exemplo, o diretor de futebol Alexandre Mattos será o sabatinado. Oficializado na última sexta-feira, ele se apresentou na tarde de ontem aos atletas e demais funcionários do alvinegro.

No duelo contra o Coimbra, disputado no último domingo (15), os jogadores do time celeste entraram em campo com uma faixa de alerta para o Coronavírus. A mensagem - “Coronavírus: saiba como proteger você e sua família” - ficou aberta durante o hino nacional brasileiro, antes de o jogo começar. Também por conta da doença, os jogadores dos dois times se cumprimentaram com o antebraço no gramado da Arena Independência. 

Cabe lembrar que o mesmo procedimento adotado nos Módulos I e II do Campeonato Mineiro também foi adotado no amador. Por enquanto, não há previsão do retorno dos jogos. De acordo com a entidade, por meio de nota, a mesma seguiu orientações do Ministério da Saúde.