Em meio à maior crise de seus 99 anos de história, o Cruzeiro começa hoje um importante capítulo de seu processo de reconstrução. Ainda com várias indefinições dentro e fora de campo, a Raposa estreia na temporada contra o Boa Esporte, às 21h30, no Mineirão, em duelo válido pela primeira rodada do Campeonato Mineiro.

Sob o comando do técnico Adílson Batista, o time celeste inicia o Estadual com um elenco recheado de garotos, que terão a responsabilidade de reerguer o clube após a saída de vários jogadores experientes, que deixaram o Cruzeiro por não se enquadrarem na nova realidade financeira da instituição.

Para auxiliar Maurício, Popó, Adriano e companhia, a Raposa contará com Fábio e Léo, ídolos da torcida, que aceitaram a missão de serem as referências do time em 2020.

Quem também vai dar um suporte aos mais novos, pelo menos neste momento, é Rodriguinho. Ainda com a permanência no Cruzeiro indefinida, o meia afirmou que segue treinando normalmente e à disposição da comissão técnica enquanto negocia um acordo para uma possível permanência na Toca da Raposa II.

Adilson Batista Cruzeiro

Paciência

Quem terá papel fundamentem no processo de reconstrução da Raposa é a torcida celeste. Entretanto, os cruzeirenses terão que conviver com uma nova realidade nesta temporada.

Se no ano passado a paciência com os jogadores se esgotou em função dos péssimos resultados do segundo semestre, em 2020 o apoio da arquibancada será crucial para o sucesso de uma equipe formada por jovens promessas.

Mesmo com tantas incertezas sobre o futuro da equipe na temporada, os cruzeirenses vêm abraçando a ideia de ajudar a carregar o clube, afundado em dívidas e na Série B do Brasileirão.

Além de uma mobilização nas redes sociais desde a última sexta-feira em torno da nova modalidade do programa de sócio-torcedor, a expectativa da diretoria celeste é um público que supere os 30 mil no duelo com o Boa.

Ficha do jogo

Motivo: Primeira rodada do Campeonato Mineiro

Local: Mineirão

Horário: 21h30

Arbitragem: Ronei Cândido Alves, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Leonardo Henrique Pereira

Transmissão: Premiere

Cruzeiro

Fábio; Edilson, Léo, Cacá e Rafael Santos; Adriano, Edu, Maurício e Rodriguinho; Wellinton e

Judivan. Técnico: Adilson Batista

Boa Esporte

Renan Rocha; Carlinhos, Henrique Moura, Wesley (Fernando) e Chiquinho Alagoano; Kayque, Gledson, Caio Cézar (Breno) e Léo Gotera; Gindre e Romário. Técnico: Nedo Xavier