Deixar o América no G-3 da Série B Campeonato Brasileiro, com 26 pontos, largar um projeto consolidade e um clube com a vida financeira saudável não passou pela cabeça do técnico Lisca, sondado para substituir o demitido Ney Franco no Cruzeiro.

Com proposta em mãos da Raposa desde o domingo (11), quando o time celeste empatou sem gol com o Oeste, em Itápolis, o comandante do alviverde respondeu nesta segunda-feira (12) que seguirá no Coelho.

Leia mais:
Após quase duas décadas, Felipão deve retornar ao Cruzeiro em pior momento da história do clube
Nome forte no Cruzeiro, Felipão esteve em hotel para levar incentivo dias antes do rebaixamento
 

Apesar de já ter deixado claro o desejo de um dia trabalhar na Toca da Raposa, assim como já havia dito o mesmo sobre a Cidade do Galo, Lisca acredita que permanecer no América é a melhor decisão no momento. Com o grupo nas mãos e com a real possibilidade de acesso, ele tem a chance de fazer história no Lanna Drumond.

Em 15 jogos, o Coelho soma sete vitórias, cinco empates e apenas três derrotas. O Cruzeiro, por sua vez, ocupa a 19ª posição, com cinco triunfos, três empates e outros sete reveses.