Dois pontos perdidos em Porto Alegre. Assim o Atlético pode encarar o empate por 1 a 1 com o Grêmio nesta quarta-feira (20). Na frente do placar até os 40 minutos do segundo tempo, quando chegava aos 56 pontos e colava em São Paulo e Internacional, o Galo cedeu a igualdade e transformou um grande jogo na capital gaúcha em frustração.

Com gol anotado por Hyoran, ainda na primeira etapa, o Galo se mostrou melhor nos minutos seguintes. Sufocando o Grêmio com jogadas ofensivas e também quando precisava marcá-lo, o alvinegro pouco sofreu. Contudo, justiça é algo que muitas das vezes não existe no futebol.

Aos 40 minutos do segundo tempo, o atacante Everton, acionado por Renato Portaluppi poucos minutos antes, pegou um belo chute que foi morrer no lado direto das redes de Éverson.

Contudo, o susto atleticano poderia ser pior. Empolgado com o tento marcado, o Grêmio tentou virar o marcador, mas foi parado com, pelo menos, duas grandes defesas do arqueiro da equipe mineira.

O próximo desafio do Atlético será no sábado (23), quando encara o Vasco no Rio de Janeiro. A equipe comandada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo corre contra o tempo para não entrar na zona de rebaixamento da competição mais importante do país.

GRÊMIO 1 X 1 ATLÉTICO
Motivo: 31ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arena do Grêmio
Cidade: Porto Alegre (RS)
Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse e Alex Ang Ribeiro; todos de São Paulo
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Alisson (Grêmio); Allan (Atlético)
Gols: Hyoran aos 31 minutos do primeiro tempo; Everton aos 39 minutos do segundo tempo

GRÊMIO
Vanderlei; Victor Ferraz (Everton), Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Maicon), Thaciano (Pinares), Alisson (Ferreira), Jean Pyerre e Pepê (Luiz Fernando); Diego Souza
Técnico: Renato Portaluppi

ATLÉTICO
Everson; Réver (Gabriel), Igor Rabello e Alonso; Guga, Allan, Hyoran (Dylan Borrero) e Arana; Savarino (Alan Franco), Keno (Marrony) e Vargas (Sasha)
Técnico: Jorge Sampaoli