Carol Gattaz foi fundamental para o título da Superliga Feminina de Vôlei, sacramentado nessa sexta-feira (26), com a vitória por 3 sets a 1 sobre o Praia Clube, no ginásio Sabiazinho.

Capitã, e mais jogadora mais experiente do time, com 37 anos, a central teve grande desempenho no bloqueio e no ataque durante toda a competição.

No duelo do título, um susto. No início do quarto set, Gattaz caiu em quadra sofrendo muitas câimbras na panturrilha direita e teve que deixar a partida.

Quando poucos esperavam seu retorno, a central reapareceu já na parte final da decisão, quando os ânimos ferviam no ginásio em meio a alternância nas viradas de bola.

Quando o placar marcava 27 a 26 para o Minas, Carol Gattaz subiu como uma parede, e parou o ataque de Michelle, garantindo a taça para Belo Horizonte.

Após o duelo, Gattaz comentou sobre a superação de toda a equipe durante a temporada, fazendo referência a problemas físicos que outras jogadoras tiveram que enfrentar durante a trajetória que garantiu quatro títulos em um ano para o Minas – Superliga, Sul-Americano, Copa Brasil e Campeonato Mineiro.

“Eu falo que isso resume a força do grupo. Foi isso o tempo inteiro. Superação do grupo que foi sensacional. Estivemos o tempo toda juntas. Tive esta câimbra, mas o time estava junto. Estou muito emocionada em conquistar este título”, completou.