Um fato inusitado aconteceu há dois dias da decisão do Campeonato Mineiro entre Atlético x Cruzeiro. Faltando pouco mais de 48 horas para a bola rolar no Independência, o árbitro gaúcho Jean Pierre Lima, escolhido anteontem, em sorteio, para ser o dono do apito no duelo mais importante do Estado, comunicou à Federação Mineira que não teria condições físicas para atuar amanhã. Com isso, Leandro Bizzio, de São Paulo, ganhou a missão.

Responsável por comandar a final do Gauchão, no duelo desta quarta-feira em que o Grêmio sagrou-se campeão sobre o Internacional, Jean Pierre sofreu lesão na panturrilha e acabou fora de combate. Conhecido pela semelhança física com o ator Vin Diesel, ele apitaria pela primeira vez o confronto entre alvinegros e celestes.

Leandro Bizzio

Bizzio, por sua vez, superou o também paulista Vinícius Furlan, no sorteio que teve a presença de representantes das duas equipes e que foi comandado por Giuliano Bozzano, presidente da Comissão de Arbitragem da FMF.

Nascido em Santo André, interior paulista, o árbitro central da partida que decidirá o campeão de 2019 completará 41 anos em setembro. Assim como Jean Pierre, ele nunca apitou o clássico mineiro.

Contudo, esta não será a primeira vez que ele terá a incumbência de ser o dono do apito em jogos da dupla. Nas duas últimas temporadas (2017-18), Bizzio apitou quatro partidas do Galo, contra Sport (2), Vitória e Chapecoense. Da Raposa foram outras cinco, contra Vitória, Botafogo (2), Flamengo e Chape.

De acordo com levantamento feito pelo Transfermarkt, Leandro tem média de cinco cartões amarelos distribuídos por jogo (considerando partidas apitadas na Série A do Campeonato Brasileiro). Em 26 duelos, foram 130 no total. 

Outro número que chama a atenção é o de pênaltis marcados por Bizzio  na principal competição do país: 11 ao todo. A média de marcações é de 2,3 por confronto.