O América calou a boca de quem duvidava de sua força e está a uma vitória de lavar a alma. Alguns fatores foram cruciais para o poder de reação do alviverde, que chegou a ser lanterna em parte do turno da Série B e vai para a última rodada como quarto colocado e com grandes chances de conquistar o acesso à elite brasileira. Obviamente, a contribuição de Felipe Conceição é indelével à equipe. A partir de seu comando, o elenco subiu de produção e alcançou feitos antes inimagináveis. Um deles, é o fato de o Coelho ser o melhor time do returno.

Ninguém fez mais pontos que o América nas 18 rodadas disputadas neste segundo turno, até agora: já são 37, um a mais que o Sport, o vice-líder do returno. Completam esse G-4 o Bragantino, com 34, e o Atlético-GO, com 30.

Considerando esse período, o Coelho possui 68,52% de aproveitamento. Um cenário bem diferente daquilo que aconteceu no turno, quando o alviverde encerrou a primeira metade da Série B do Brasileiro em 13º lugar, com 24 pontos e desempenho de 42,11%.

Nas 19 rodadas iniciais, o G-4 era formado por Bragantino (38), Coritiba (34), Atlético-GO (31) e Sport (31).

Outros feitos

Para atingir o atual status, de quarto colocado na classificação geral e melhor clube do returno, o Coelho ganhou a fama de “visitante indigesto”. Fora de casa, o América possui 52,63% de aproveitamento, assim como o Bragantino, as duas equipes mais eficientes nesse quesito.

Durante a campanha, o América atingiu a marca de 300 gols anotados no Novo Independência. O número foi alcançado no dia 15 deste mês, por meio do segundo gol, de autoria do volante Juninho, no triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória.

Méritos

Mas o que levou o Coelho a obter êxito até agora? “Foi o desempenho. A equipe consegue manter uma consistência. É o que está acontecendo. Graças a Deus e ao trabalho de todos. E à torcida. Estamos unidos em busca do nosso sonho”, ressaltou Conceição.

Neste sábado (30), às 16h30, o América recebe o São Bento, no Independência, para tentar transformar em realidade um sonho que, um dia, era taxado de utopia.