No intervalo de uma semana, as motos voltam a invadir um espaço dedicado a outro tipo de máquinas: as voadoras. Desta vez, é o Aeroporto Carlos Prates que, num só dia, recebe etapas de campeonatos brasileiros de modalidades distintas: Trial, Super Enduro e a largada para o Hard Enduro. Melhor de tudo, com entrada franca.

No trial, o desafio principal é passar pelas seções (séries de obstáculos) sem encostar os pés no chão – a cada toque é somado um ponto e, ao fim da competição, leva a melhor o piloto com a menor pontuação. As motos são leves e ágeis, não têm assento e andam com baixa pressão nos pneus para facilitar o agarre ao solo.

E a disputa, entre 10 e 18h, ainda terá um toque estrangeiro, com a participação do piloto e instrutor espanhol Jordi Picola, que mede forças com adversários como o paulista Walter Fernandes, o ‘Padeiro’ e o mineiro Leonardo Martins.

Na mesma área será montada a estrutura para a abertura do Brasileiro de Super Enduro, variação do enduro FIM adaptada para recintos fechados ou áreas de pequenas dimensões. Em um traçado curto há todo o tipo de obstáculo que simula as dificuldades encontradas usualmente nas provas em linha – pedras, pneus de trator, troncos e alagados. Neste caso, as diversas categorias disputam baterias, com os mais rápidos levando a melhor na soma da pontuação.

O esporte ganhou impulso no país com a vida do Mundial ao Mineirinho entre 2014 e 2016. Se hoje o Brasil não mais integra o calendário, concentrado na Europa, a oportunidade serviu como incentivo para a montagem de pistas de treino e a realização de competições – e nelas os mineiros aparecem entre os destaques.

Radical
Também no sábado, o pequeno aeroporto da região Noroeste da capital mineira recebe o prólogo da segunda etapa do Brasileiro de Hard Enduro. Neste caso, os participantes definem apenas a ordem de largada para a disputa de domingo, esta em direção ao Restaurante Alpenrose, entre Sabará e Caeté. O Hard Enduro é uma vertente mais radical e técnica do Enduro de Velocidade, que se tornou famosa graças a provas como o Romaniacs (Romênia) e o Erzberg Rodeo (Áustria).

A entrada no Carlos Prates é gratuita, mas exige a impressão do ingresso no https://www.sympla.com.br/primeira-etapa-do-campeonato-brasileiro-de-moto-trial__461119.

* Leia mais sobre automobilismo e motociclismo no site Racemotor (https://www.racemotor.com.br)

RÁPIDAS

DUPLA LIDERANÇA DO ESTADO NO

BRASILEIRO DE ENDURO FIM

Dois pilotos mineiros lideram suas respectivas categorias depois da terceira etapa do Brasileiro de Enduro FIM (velocidade), em Campos do Jordão. Na E1 (motos dois tempos até 125cc e quatro tempos até 250cc), Rômulo Bottrel (O2BH Yamaha) comanda a classificação, à frente do também mineiro Júlio Ferreira (Edgers) – a prova paulista foi vencida pelo capixaba Bruno Crivilin (Honda Racing). Na E35 (para pilotos acima dos 35 anos), liderança de Nielsen Bueno, nascido em Bueno Brandão. Já na E2 (motos dois tempos até 250cc e quatro tempos até 450cc), uma situação curiosa: competindo pela mineira O2BH Yamaha, o francês Romain Dumontier vem à frente na pontuação, seguido por Gabriel Soares, o Tomate, de Divinópolis (Honda). A próxima etapa será disputada em Aracruz (ES), nos dias 8 e 9.

MINEIROS ENCARAM, NO VELOPARK,
O CAMPEONATO SUL-AMERICANO DE KART

Mais de 130 pilotos de Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Equador, Peru e Bolívia estarão em ação até sábado no kartódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS), na briga pelos títulos do Sul-Americano de Kart. Entre eles, cinco mineiros têm a chance de brigar pelos lugares no pódio: Lucas Moura e Miguel Máximo estão inscritos na Cadete (8 a 11 anos, com motores Honda 190cc). Lucas Staico vai acelerar na categoria Codasur Júnior, enquanto Gabriel Paturle e Lucas Nogueira buscarão classificação entre os 36 finalistas da Codasur (são 51 inscritos).

PILOTO DE PATOS VENCE ETAPA DO

PORTUGUÊS OFF-ROAD ENTRE OS UTV's

Mais um resultado internacional de destaque para o mineiro Cristiano Batista, um dos principais nomes do país nos UTVs. Ao lado do navegador paulista Fábio Zeller, o piloto de Patos de Minas venceu, na classificação geral, a Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, quarta etapa do Português de Todo-Terreno. Ao fim dos dois dias de estradas de terra velozes em torno da região de Reguengos de Monsaraz, Batista, Zeller e seu Can-Am Maverick X3 garantiram a vitória por 10 segundos de vantagem para a dupla da casa composta por Mário Franco/Nuno Matias (Yamaha). Nada menos que 57 veículos estavam inscritos na categoria.