Dura realidade

Alexandre Simões / 04/06/2015 - 01h17
Antes de a bola rolar nesta quarta-feira (3) no Mineirão, um pedido comum uniu cruzeirenses e flamenguistas. Companheiros de zona de rebaixamento até então, pediram raça aos seus times. E foram atendidos. Pena que isso não basta no futebol. E a enorme disposição dos dois lados não conseguiu apagar uma das piores partidas, do ppnto de vista técnico, dos últimos tempos.
 
É ruim usar o termo quando se trata da Série A do Campeonato Brasileiro. Mas o que Cruzeiro e Flamengo disputaram nesta quarta-feira (3), no Mineirão, foi uma autêntica pelada.
 
O 1 a 0 não deixou de fazer justiça a quem teve as melhores chances. Mas Vanderlei Luxemburgo, que chegou à Toca da Raposa II dizendo que o Cruzeiro não tem um time muito diferente dos demais deste Brasileiro, com certeza, dirigindo o time da beira do gramado, mudou de opinião.
 
Falta qualidade. Isso minou o trabalho de Marcelo Oliveira. Se o problema não for resolvido, e isso só acontece com contratação, o que restará será mesmo tentar sair da confusão. Nesta quarta-feira (3), a zona de rebaixamento ficou para trás. Pela atuação diante do Flamengo, a dúvida é até quando?
 
DEVER FORA DE CASA
 
O Atlético fez diante do Avaí, na Ressacada, o que um time candidato ao título brasileiro precisa fazer. Goleou por 4 a 1 sem tomar conhecimento do fato de jogar fora de casa, o que é um trauma para esse time.
 
O time de Levir Culpi volta ao G-4, de onde dificilmente ficará de fora neste Campeonato Brasileiro.
 
Com as duas vitórias, o clássico de sábado, no Independência, ganha corpo. O Galo buscando a liderança, a Raposa, a fuga definitiva da confusão.

Compre Hoje

Aspirador de Pó 2 em 1
ObaTablet – Desenvolvido para 3º Idade
Kit ObaPhone Flip - Celular para Idosos
Kit Safe Clean - Aspirador de led e Compressor
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários