Nem treinador, nem jogador de ponta. O tão aguardado presente de Natal até agora não foi anunciado. Mas ainda dá tempo de a diretoria atleticana saciar seus torcedores, que esperam por um 2020 de conquistas, algo que vem se tornando raro para o clube – nos últimos quatro anos, o time conquistou apenas um campeonato oficial, o Mineiro de 2017. Será que haverá alguma novidade até esta quarta-feira (25) ou chegará com atraso o tal “regalo alvinegro”?

Na primeira metade deste mês, em entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente do Galo, Sérgio Sette Câmara, prometeu até seis jogadores para 2020, sendo “dois, três de peso, e outros dois, três que podem chegar, vestir a camisa, performar e dar retorno”. Dentro desse pacote, descartou veementemente o retorno do atacante Diego Tardelli.

Atlético

No entanto, apenas uma contratação foi anunciada, até agora, e sem causar impacto à torcida. O lateral-direito Mailton, de 21 anos e ex-Operário e Mirassol, firmou vínculo com o Atlético até dezembro de 2022.

O jovem pode vingar, só que a Massa anseia por nomes mais tarimbados para o plantel da próxima temporada, a última de Sérgio Sette Câmara à frente da direção do clube.

Treinador

Após anunciar a saída de Vagner Mancini, o Atlético tentou anunciar como “primeiro reforço de peso” Jorge Sampaoli, vice-campeão brasileiro com o Santos. Porém, segundo a cúpula alvinegra, o argentino pediu um salário e outras exigências que fogem da realidade da agremiação. O hermano deu outra versão, informando que o projeto do Galo para 2020 não o convenceu.

A bola da vez passou a ser Rafael Dudamel, da seleção venezuelana, que se reuniu com a direção atleticana na semana passada. Torcedores acreditavam que o clube oficializasse a vinda do treinador de La Vinotinto nos últimos dias, o que não se concretizou.

Caso seja confirmado como sucessor de Wagner Mancini, Dudamel seria o 11º treinador estrangeiro e primeiro venezuelano a comandar o Galo. 

A incógnita permanece, e o intuito do Atlético é que o anúncio do novo comandante seja feito antes do réveillon. Ainda faltariam os reforços de peso