O Atlético espera avançar à Copa Libertadores com uma vitória sobre o Palmeiras no tempo normal, nesta terça-feira (28), às 21h30, no Mineirão. Mas o Alvinegro também está ciente de outra possibilidade de classificação, um tanto quanto dramática, por meio de penalidades, em caso de empate sem gols, repetindo o placar do jogo no Allianz Parque. Ao mesmo tempo, a Massa tem um motivo para não temer essa situação: os 100% de aproveitamento do Galo em disputas de pênaltis na história da competição.

Em quatro ocasiões, o time mineiro brigou por vaga ou título no torneio por meio de disputa de penalidades, saindo vencedor em todas elas: contra Athletico-PR, nas oitavas de final de 2000, Newell’s Old Boys, nas semifinais de 2013, Olimpia, na decisão de 2013, e Boca Juniors, nas oitavas da atual edição.

O duelo desta terça só iria para os pênaltis em caso de 0 a 0 no tempo normal. Qualquer outro empate classifica o Palmeiras. O vencedor avança à final para enfrentar Flamengo ou Barcelona de Guayaquil.

Atlético

Everson foi o herói do Galo na última disputa por pênaltis do clube na Libertadores, contra o Boca Juniors

Disputas de pênaltis do Atlético em Libertadores

2000

Oitavas de final
2/5 - Atlético 1 x 0 Athletico-PR
11/5 - Athletico-PR 2 x 1 Atlético
Nos pênaltis: Athletico-PR 3 x 5 Atlético

2013

Semifinais
3/7 - Newell's Old Boys 2 x 0 Atlético
10/7 - Atlético 2 x 0 Newell's Old Boys
Nos pênaltis: Atlético 3 x 2 Newell's Old Boys

Final
17/7 - Olimpia 2 x 0 Atlético
24/7 - Atlético 2 x 0 Olimpia
Nos pênaltis: Atlético 4 x 3 Olimpia

2020

Oitavas de final
13/7 - Boca Juniors 0 x 0 Atlético
20/7 - Atlético 0 x 0 Boca Juniors
Nos pênaltis: Atlético 3 x 1 Boca Juniors