As expressivas marcas alcançadas por Fred nesta temporada não deixam dúvidas de que o difícil ano de 2018 - em que ficou afastado dos gramados por mais de seis meses em função de uma grave lesão no joelho - ficou para trás. 

Em 2019, o camisa 9 do Cruzeiro já marcou 10 gols nas 11 partidas que disputou. 

Além das bolas na rede, o centroavante contribuiu com três assistências até o momento. 

“Don Fredón” confirmou a grande fase no último domingo (31), ao marcar os gols do Cruzeiro na vitória por 3 a 2 sobre o América, no Independência, no jogo de ida das semifinais do Campeonato Mineiro. 

O hat-trick no Horto garantiu ao centroavante celeste a artilharia isolada do Estadual, com 10 tentos. 

Apesar da alta média de gols no ano, Fred ainda busca seu primeiro gol pelo Cruzeiro em confrontos de Libertadores.

O atacante esteve em campo nas duas vitórias do time pelo grupo B do torneio, contra o Huracán, da Argentina, fora de casa, e contra o Deportivo Lara, da Venezuela, no Mineirão.

Contra o Lara, apesar de não ter balançado as redes do Gigante da Pampulha, o camisa 9 do time estrelado teve papel de destaque, servindo Rodriguinho e Jadson, autores dos gols no duelo com o time venezuelano. 

Esta é a segunda edição do principal torneio do continente que o centroavante disputa com a camisa do Cruzeiro. 

Vale lembrar que no ano passado Fred participou apenas da estreia da equipe celeste na competição, quando o time foi derrotado por 4 a 2 para o Racing, da Argentina, em Buenos Aires. Algumas semanas depois do duelo, o atacante sofreu a grave lesão que o deixou de fora do restante do campeonato. 

Nas outras quatro oportunidades em que disputou a Libertadores, Fred foi às redes 14 vezes nos 29 jogos, marcando seis gols pelo Atlético (2017), e oito tentos pelo Fluminense (2011, 2012 e 2013).

Tranquilidade

Em relação a uma possível ansiedade em marcar na principal competição do continente, o atacante mostrou tranquilidade, fazendo questão de destacar também o papel tático que vem desempenhando nesta temporada. 

“Estou buscando o primeiro gol na Libertadores. No primeiro jogo eu tive uma chance na pequena área e escolhi rolar para o Robinho e o Ariel, mas eles não chegaram. Mas estou muito tranquilo em relação a isso. Não me cobro tanto por gols. Hoje eu quero participar na vitória do nosso time. Sou atacante, minha vida inteira a prioridade foi fazer gols, é o melhor dos mundos pra mim. Mas hoje o principal pra mim e o Mano tem explorado e cobrado bastante do time é eu ser participativo no geral, seja dando passes, segurando a marcação, abrindo espaços. Mas se sair o gol na Libertadores, ficarei muito feliz”. 

Fred vai ter mais uma chance de desencantar com a camisa do Cruzeiro pela Libertadores nesta quarta-feira, quando a equipe comandada pelo técnico Mano Menezes vai enfrentar o Emelec, do Equador, às 21h30, no estádio George Capwel, em Guayaquil, pela terceira rodada do grupo B.