Em busca de reposições no mercado, América confia em manutenção de espinha dorsal para iniciar 2022

Lucas Borges
@lucaslborges91
24/12/2021 às 12:52.
Atualizado em 29/12/2021 às 00:37
 (Mourão Panda / América)

(Mourão Panda / América)

Com a histórica classificação para a Copa Libertadores, o América já trabalha na montagem do elenco para a próxima temporada. E o planejamento da diretoria e da comissão técnica iniciou com duas baixas importantes. Em fim de contrato, o zagueiro Eduardo Bauermann e o atacante Ademir já deixaram o Coelho. O Fumacinha vai defender o Atlético, enquanto Bauermann deve ser anunciado pelo Santos nos próximos dias. 

Outro defensor titular em 2021, Ricardo Silva pode se transferir para o futebol da Coreia do Sul. 

Enquanto tenta se movimentar no mercado de contratações, o Coelho tem trabalhado internamente para garantir uma espinha dorsal para iniciar o ano que vem. 

Nas últimas semanas, o América anunciou a renovação de contrato de cinco titulares: o goleiro Matheus Cavichioli, os laterais Patric e Marlon, o volante Juninho e o atacante Felipe Azevedo. 

Outra peça muito utilizada ao longo dos últimos campeonatos, o meia Alê tem contrato até maio de 2022 e também está garantido para o começo da próxima temporada. 

Indefinições

Além das saídas confirmadas e das renovações seladas, o América tenta resolver a situação de alguns jogadores que têm o futuro incerto neste momento. 

Um dos casos é o do meia-atacante Mauro Zárate, com o contrato se encerrando no fim deste mês e que ainda negocia a permanência junto à diretoria alviverde. Apesar de uma diferença entre a pedida inicial do argentino e a proposta da diretoria americana, as partes não encerraram as tratativas para uma possível renovação.

Outro que ainda não sabe se vai defender o Coelho em 2022 é o atacante Fabrício Daniel, emprestado pelo Mirassol até o encerramento do Brasileirão. 

Para ficar com Fabrício, o América teria que adquirir parte dos direitos econômicos do atacante junto ao clube paulista, avaliados em 500 mil euros (cerca de R$3,2 milhões) por 50% dos direitos, segundo Marcus Salum, homem forte do futebol do Coelho, em entrevista recente ao canal "Decadentes". Na última quinta, o Alviverde informou que as negociações para a permanência de Fabrício Daniel seguem em andamento.

Por fim, a diretoria do América terá que resolver a situação do zagueiro e volante Lucas Kal, emprestado pelo São Paulo até março de 2022. O Coelho tem interesse na permanência do defensor.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por