Foi suado. Em um jogo duro, o Cruzeiro empatou em 2 a 2 com o São Raimundo (RR), nesta quinta-feira (13), no estádio Canarinho, em Boa Vista, e está classificado para a segunda fase da Copa do Brasil. Os gols da Raposa foram marcados por Edu e Alexandre Jesus, enquanto Veracruz e Stanley balançaram as redes para o Mundão.

Depois de sair atrás do placar no primeiro tempo, o time celeste mostrou poder de reação e conseguiu a virada no início da segunda etapa. Quando a partida parecia estar sob controle para a equipe comandada pelo técnico Adilson Batista, os donos da casa buscaram o empate aos 19 minutos e deixaram a classificação em aberto.

A expulsão de Edu e as saídas de Judivan e Maurício, que deixaram o gramado lesionados, dificultaram ainda mais a vida do Cruzeiro.

Com um jogador a menos e sem forças para puxar os contra-ataques, a Raposa foi pressionada na parte final do jogo, mas conseguiu segurar o resultado que o garantiu na segunda fase da Copa do Brasil. 

Classificado, o time estrelado vai enfrentar o Boa Esporte na sequência da caminhada em busca do sétimo título do torneio.

Antes, a equipe celeste volta o foco para o Campeonato Mineiro, para enfrentar o Patrocinense, no próximo domingo, às 19h, no estádio Pedro Alves do Nascimento, no Alto Paranaíba, pela 6ª rodada do Estadual. 

Cruzeiro x São Raimundo

O jogo

Apesar do gramado mais duro do que o habitual e dos desfalques, o Cruzeiro iniciou a partida tentando pressionar o São Raimundo. A primeira chance da Raposa veio aos 16 minutos. Roberson invadiu a área e bateu firme, acertando o travessão. Cinco minutos depois, Jhonata Robert tabelou com Maurício, arriscou de fora da área e viu a bola passar raspando ao gol de Eder.

O time da casa abriu o placar logo na primeira chance. Aos 25 minutos, Alex cobrou falta pela esquerda, Belão, em posição de impedimento, resvalou de cabeça, e Veracruz desviou para o gol. Três minutos depois, quase o segundo do Mundão. Marcos Felipe recebeu na grande área, bateu cruzado, Vanílson resvalou, e a bola passou raspando a trave esquerda de Fábio.

A Raposa chegou ao empate aos 33 minutos. Após cobrança de escanteio de Jhonata Robert, Vanílson tentou afastar, mas a bola ficou com Edu, que girou e bateu com força, no canto direito de Eder.

O curioso é que Edu estava prestes a ser substituído por Judivan, que já se aquecia à beira do gramado. Após o gol de empate, o técnico Adilson Batista desistiu da alteração.

Segundo tempo

Com Judivan na vaga de Jhonata Robert, o Cruzeiro iniciou o segundo tempo no ataque e a virada não demorou a vir.  

Aos quatro minutos, Judivan fez jogada individual pela esquerda, serviu Maurício, que bateu cruzado e encontrou Alexandre Jesus, que só empurrou para as redes.

Quando a partida parecida dominada pela Raposa, o São Raimundo buscou o empate.

Aos 19 minutos, Alex cruzou pela esquerda, e Stanley, que havia acabado de entrar, acertou um belo chute de primeira, vencendo Fábio.

Na parte final do jogo, o Mundão tentou partir para o abafa, mas a defesa celeste, bem postada, conseguiu segurar a igualdade no placar. 

 

FICHA DO JOGO

SÃO RAIMUNDO-RR 2 X 2 CRUZEIRO

Motivo: 1ª fase da Copa do Brasil

Local: Canarinho, em Boa Vista

Arbitragem: Alexandre Vargas Tavares de Jesus, auxiliado por Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Diogo Carvalho Silva, todos do Rio de Janeiro

Cartões Amarelos: Eder, Juca Maranhão, Alex e Juca Maranhão (São Raimundo); Edílson (Cruzeiro)

Cartão Vermelho: Edu (Cruzeiro)

Gols: Veracruz (São Raimundo) aos 25 minutos e Edu (Cruzeiro) aos 33 minutos do primeiro tempo; Alexandre Jesus (Cruzeiro) aos 4 minutos e Stanley (São Raimundo) aos 19 minutos do segundo tempo

 

SÃO RAIMUNDO

Eder; Alex, Veracruz, Alan Caruaru e Bruno Maia; Belão (Klebinho), Juca Maranhão (Igor Fellipe), Emerson e Ygor; Marcos Felipe e Vanilson (Stanley)

Técnico: Chiquinho Viana

 

CRUZEIRO

Fábio; Edílson, Cacá, Leo e João Lucas; Edu e Adriano; Alexandre Jesus, Maurício (Arthur) e Jhonata Robert (Judivan) (Pedro Bicalho); Roberson