Em memória de Daniel Correa, amigo cria rifa virtual de camisa do jogador para ajudar lar de idosos

Guilherme Guimarães
gguimaraes@hojeemdia.com.br
19/11/2018 às 16:52.
Atualizado em 28/10/2021 às 01:53
 (Reprodução)

(Reprodução)

A trágica morte do jogador Daniel Corrêa, assassinado brutalmente na cidade de São José dos Pinhais, no Paraná, fez com que o amigo de infância do atleta, Marco Pôssas, tivesse uma ideia para honrar à memória do ex-jogador: realizar uma rifa de uma camisa autografada pelo próprio Daniel da época em que ele jogava pelo São Paulo e doar o valor arrecadado para uma casa de auxílio a idosos.

“Cresci com o Daniel, fomos amigos de infância, e até morei com ele em São Paulo por mais de um ano quando ele jogou lá. Depois da tragédia, da morte dele, lembrei que tinha uma camisa da época em que ele jogou no São Paulo, camisa toda autografada. E preferi usar essa camisa para ajudar do que deixa-la guardada em uma gaveta”, disse Pôssas.

A entidade escolhida para ser ajudada com o valor arrecadado pela rifa é a “Casa Luz do Caminho”, um abrigo que auxilia idosos carentes e se mantém apenas com doações na cidade de São Paulo.

“Tenho uma grande amiga que ajuda bastante essa casa. A Caroline Lopes faz trabalhos voluntários na Casa Luz do Caminho, e por ver que o local é sério, tem um trabalho bacana, resolvi destinar o valor da doação para lá. Mas até falei com a Carol, como o Daniel é de Conselheiro Lafaiete, se conseguirmos um valor maior na rifa, podemos ajudar também uma instituição da cidade em que mora a família dele. Tudo depende da boa vontade e da ajuda das pessoas. Por isso peço que todos possam ajudar, que sejam solidários. Quanto mais doações tivermos, mais poderemos ajudar”, disse Marco Pôssas.

A rifa da camisa do São Paulo modelo 2016/2017 com diversas assinaturas de jogadores daquela época está sendo feita pela plataforma Rifa Tech. Cada cota para o sorteio tem o custo de R$ 10. O sorteio será realizado no dia 27 de dezembro. Para adquirir rifas da camisa é só clicar aqui. 

“Escolhi uma instituição da cidade de São Paulo porque conheci o trabalho do lugar e vejo o esforço da Caroline em ajudar à Casa Luz do Caminho. Claro que pensei em doar algo para alguma instituição da cidade de Lafaiete, e faremos se atingirmos uma boa quantia e que dê para fazer um Natal de qualidade em duas casas assistenciais. Quanto mais locais pudermos ajudar, melhor. Mas isso depende da ajuda e solidariedade das pessoas”, comenta.

Leia mais: 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por