Em busca do tricampeonato da Copa Libertadores, o Cruzeiro tem mais um grande desafio na Argentina.

Nesta terça-feira (23), a Raposa enfrenta o River Plate, às 19h15, no estádio Monumental de Núñez, pelo jogo de ida das oitavas de final do torneio.

Para manter viva a esperança de mais uma conquista internacional, a equipe celeste vai ter que lutar contra um retrospecto negativo em duelos decisivos no país vizinho.

Em confrontos com caráter de mata-mata disputados na Argentina, o time estrelado obteve apenas uma vitória, empatou uma vez e sofreu sete derrotas. Nesses nove duelos, foram quatro gols a favor e 14 gols contra.

Os primeiros enfrentamentos desse calibre do Cruzeiro na casa dos hermanos aconteceram em 1975.

Na ocasião, a Libertadores tinha um regulamento diferente, prevendo a disputa de dois quadrangulares semifinais, com os campeões de cada grupo avançando para a final.

Depois de vencer o Rosário Central e o Independiente por 2 a 0, no Mineirão, a Raposa foi decidir a vaga na Argentina.

Entretanto, precisando apenas de um empate para se garantir na decisão, a equipe celeste perdeu por 3 a 1 para o Rosário Central, em Rosário, e por 3 a 0 para o Independiente, em Avellaneda, na província de Buenos Aires, e foi eliminada.

Boa lembrança

Apesar do incômodo retrospecto no país vizinho, o último encontro fora de casa com o rival desta terça-feira terminou com um triunfo do Cruzeiro.

No dia 21 de maio de 2015, no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, o time então comandado pelo técnico Marcelo Oliveira calou o Monumental e venceu por 1 a 0, com gol de Marquinhos.

No jogo da volta, o River deu troco, e, com grande atuação, venceu por 3 a 0, no Mineirão, avançando para a semifinal do torneio.

O confronto mais recente do Cruzeiro na Argentina ocorreu pelas quartas de final da maior competição entre clubes das Américas. No dia 19 de setembro do ano passado, o time celeste foi derrotado por 2 a 0 para o Boca Juniors, no estádio da Bombonera.

No jogo de volta, o empate em 1 a 1, no Mineirão, eliminou a Raposa.

Embalados pela classificação às semifinais da Copa do Brasil sobre o Atlético, o time estrelado busca um bom resultado em Buenos Aires para manter vivo o sonho do tricampeonato da Libertadores.

arteCLIQUE PARA AMPLIAR