A relação entre Santos e Jorge Sampaoli que está estremecida desde a saída do treinador da Vila Belmiro, no final do ano passado, ganhou mais um fato polêmico.

Na manhã deste domingo (2), o Peixe se manifestou nas redes sociais sobre a possibilidade de perder alguns de seus principais jogadores.

Em publicação em sua conta oficial no twitter, o Alvinegro Praiano descartou uma troca de jogadores com o Palmeiras, que foi cogitada pela imprensa paulista nos últimos dias.

No mesmo texto, o time paulista mandou uma clara indireta ao treinador  argentino afirmando que: " Ressaltamos a intenção de manter os principais atletas do elenco, inclusive aqueles que, seduzidos pelo convite de ex-técnicos, tentam quebrar contratos na Justiça".

O trecho faz referência às situações do goleiro Éverson e do atacante Eduardo Sasha, que tentam na Justiça a liberação do vínculo com o Peixe.

Ambos contam com a admiração de Sampaoli, o que faz com que o Atlético monitore a situação dos dois no mercado.

Entretanto, apesar de alegarem que o clube paulista não cumpriu com várias obrigações trabalhistas, os jogadores não conseguiram a liberação do vínculo com o Santos até o momento.

Éverson teve negado o primeiro pedido. Já Sasha chegou a ter uma liminar concedida a seu favor, mas o juiz responsável pela decisão voltou atrás e revogou a liminar, alegando ser suspeito para julgar o caso.

Vale lembrar que logo após a liminar que liberava Sasha para assinar com outra equipe ser publicada, torcedores do Santos compartilharam imagens do magistrado com a camisa do Galo nas redes sociais, o que fez com que ele optasse em se afastar do processo.

Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação do Atlético afirmou que o clube não vai comentar a publicação do Santos.